Um Momento no Tempo

Versão para impressãoVersão para impressão Bernard Gabriel Belarski e Rose
Bernard Gabriel Belarski e Rose

Bernard Gabriel Belarski, Sydney, Austrália

Rememorando os muitos anos de leitura e estudo de meu amado Livro de Urântia, parece-me que a Revelação tem certos componentes que são mais relevantes de acordo com os diferentes estágios de desenvolvimento da mente. Durante ocasiões diferentes de minha vida, certos ensinamentos captaram minha atenção com mais intensidade.

Lembro-me de que uma enorme alegria brotou de minha alma quando completei a primeira leitura do Livro de Urântia, no verão de '77. Ao fechar o livro me dei conta de que, após muitos anos de busca da verdade, eu havia terminado a leitura do que me parecia o maior livro jamais publicado! Como podiam tantas perguntas estar respondidas em um só livro? Pouco tempo depois percebi que uma vida inteira seria necessária para trazer à realidade o que eu tinha descoberto.

Lembro-me de como fiquei impressionado com a filosofia de Rodan e com a profundidade das palavras do Mestre, em sabedoria e percepção. Quanto tempo se passaria, até que aqueles ensinamentos se tornassem parte de mim? Levei mais de dez anos interpretando o Sermão de Ordenação, e depois de todas as minhas tentativas de entendimento daquelas palavras, ainda encontrei novas interpretações significativas, quase vinte anos mais tarde.

Uma fé pessoal na vida eterna foi o principal ingrediente de minhas concepções em toda esta vida mortal. Acreditar que esta aventura continuará através de uma carreira universal me elevou a um entendimento que tanto explica os sucessos quanto os fracassos.

Fazer desses ensinamentos um entendimento pessoal me impôs muitos ajustes de compreensão e mudanças de atitude. O mais importante é que passei a poder falar deles com as minhas próprias palavras. Por isso desejo compartilhar três percepções, depois de meus anos de estudo.

A primeira delas se refere ao Primeiro Jubileu. Em vez de descrever a percepção que tive, recomendo ao leitor que estude o Documento 27, que o levará a um bom entendimento e apreciação sobre a importância de termos essa experiência ainda enquanto vivemos nossa vida material.

A segunda está no Documento 140, "A Ordenação dos Doze". Esta tem sido a minha fórmula para a felicidade. Encontrei nessas palavras mais vida e mais valor do que em todas as outras. E como é surpreendente saber que o nosso Filho Criador do Paraíso estava dando conselhos a você, a mim e a toda a vida inteligente. Captar um entendimento dessa messagem, ainda que parcial, melhorará a qualidade de vida de qualquer buscador da verdade.

A terceira percepção é, para mim, a expansão da maturidade e o equivalente ao crescimento da alma. Acho que estaremos lendo o mais profundo compartilhamento da verdade no Documento 118, seção 1, "O Tempo e a Eternidade". No verão de '77 a afirmação de que "Isso representa nosso melhor conceito da eternidade e do eterno" me fez tremer diante do poder contido nesta seção. Mesmo hoje em dia, ao reler essas passagens, experimento um grande senso de humildade e gratidão.

Foundation Info

Versão para impressãoVersão para impressão

Urantia Foundation, 533 W. Diversey Parkway, Chicago, IL 60614, USA
Tel: +1-773-525-3319; Fax: +1-773-525-7739
© Urantia Foundation. All rights reserved