Relembrando Carolyn Kendall

Versão para impressãoVersão para impressão
Marilynn Kulieke

Por Marilynn Kulieke, vice-presidente da Urantia Foundation, Illinois, Estados Unidos

Carolyn Kendall
Carolyn Kendall

Eu conheci Carolyn Kendall quase 40 anos atrás, em minha primeira sessão de estudo de O Livro de Urântia na 533 Diversey em Chicago. Ela se aproximou e cumprimentou a mim e a meu futuro marido, David, que ela conhecia desde que ele era criança. Lembrando desse encontro, eu nunca teria imaginado que essa mulher confiante e segura de si se tornaria uma mentora, professora e, o mais importante, minha amiga de longa data.

Carolyn foi uma das mulheres mais notáveis que já conheci. Ela começou seu envolvimento na 533 em 1951 como recepcionista do Dr. William Sadler, que havia deixado sua prática cirúrgica para curar os problemas mais urgentes da mente. Como membro do Fórum e, mais tarde, da Primeira e das Sociedades Orvônton de Urântia, Carolyn era conhecida como uma estudante fervorosa dos Documentos de Urântia. Por mais de 50 anos, ela levou uma vida de serviço extraordinário tanto para a Urantia Brotherhood quanto para a Urantia Foundation, muitos desses anos trabalhando ao lado de seu marido Tom. E o tempo todo ela criou seus cinco filhos, Scott, Jeff, Neal, Bryn e Laura, em um subúrbio próximo de Chicago. Apenas a 20 milhas para o 533!

1967: Marion Barby, Carolyn Kendall, Frank Sgaraglino
1967: Marion Barby,
Carolyn Kendall, Frank Sgaraglino

Carolyn dedicou sua vida à Revelação de Urântia. Ela serviu no Conselho Geral da Urantia Brotherhood por quase 18 anos durante os anos 60 e 70. Seu querido amigo e colega historiador Gard Jameson apreciou sua defesa consistente do estudo profundo do Livro de Urântia e seu apoio às atividades inter-religiosas. Com seu marido, Tom, um administrador e ex-presidente da Fundação Urântia, ela viajou para a Europa, onde conheceu alguns dos primeiros leitores do Livro de Urântia fora dos Estados Unidos. Georges Michelson-Dupont descreveu suas visitas a Paris com sua família como ocasiões com jantares memoráveis em meio a risos, bom vinho e piadas. A coleção de fotos de Carolyn testemunhou os muitos eventos que ela capturou de seus velhos e novos amigos ao redor do mundo.

À medida que as atividades e responsabilidades internacionais em torno da revelação se expandiam, os curadores da Urantia Foundation tomaram a decisão histórica de expandir seu acervo de sabedoria, convidando vários indivíduos para servir como curadores associados. Carolyn foi uma das três primeiras associadas a ingressar no conselho em 2003, junto com Nancy Shaffer e Kathleen Swadling. Sua perspectiva histórica, sábio conselho e anos de experiência deram uma contribuição significativa nas reuniões de diretoria e ajudaram a divulgar ainda mais a revelação ao mundo.

Poucas pessoas que conheci mostraram uma compreensão melhor de O Livro de Urântia do que Carolyn. Nos muitos grupos de estudo que frequentamos juntas, fiquei maravilhada com a capacidade dela de encontrar uma referência cruzada ou responder a uma pergunta que alguém levantou. Ela frequentemente se apresentava em conferências e grupos de estudo da Primeira Sociedade. Ela poderia falar sobre alguns dos conceitos mais difíceis do livro, mas poderia passar horas conversando com um novo leitor que tinha perguntas. Seus dois últimos cuidadores, Jackie e Carol, tinham tanto respeito por Carolyn que começaram a frequentar grupos de estudo com ela!

Talvez o maior legado de Carolyn para as gerações futuras sejam suas observações da história inicial dos Documentos de Urântia. Ela não era uma recém-chegada aos primeiros anos dos Documentos de Urântia, pois seu pai, Clarence Bowman, era um membro do Fórum durante o início dos anos 1920. Foi depois que ela se tornou a recepcionista da prática médica do Dr. Sadler em 1951 que ela começou a fazer perguntas, tomar notas e, muitas vezes, pedir a outras pessoas que corroborassem suas descobertas. Ela procurou por documentação histórica que a ajudou a tecer uma história sobre como uma revelação veio ao nosso planeta.

Tive a oportunidade de estar com a Carolyn no sábado em que ela faleceu. A filha dela, Laura, pediu que eu fosse na sexta à noite para ficar com ela, o que fiz, mas o cansaço dela era grande. No sábado, Laura pediu que eu voltasse, o que eu fiz. Nunca esquecerei os belos olhos azuis de Carolyn olhando diretamente para mim. Com sua filha Bryn e sua amada cuidadora Carol olhando, falei palavras adaptadas de um discurso que sua amiga Emma “Christy” Christensen fez há muito tempo.

Você foi chamado para a grande obra de dar o primeiro passo para oferecer ao homem mortal uma nova luz, uma nova revelação do amor de Deus. A religião fácil de jog-trot dos dias anteriores não é mais suficiente para enfrentar os desafios de hoje. Seguir o estilo de vida de Jesus exige um ato de compromisso total, uma intenção dedicada, um propósito resoluto e um chamado de trombeta para uma vida que não compromete.

Deus providenciou a visão e o chamado. E ao longo de sua vida você respondeu a este chamado.

Você enfrentou este desafio cultivando o poder de visualizar sua parte na melhoria do mundo e cumprindo a visão que Deus lhe deu, usando seus muitos talentos como um parceiro voluntário a serviço da Revelação de Urântia.

Você viveu sua vida como um soldado dos círculos, de todo o coração alistado nas sólidas fileiras daqueles mortais que saíram na batalha pela verdade contra o erro sob a liderança inabalável dos poderosos serafins do progresso. E à medida que seu serviço em Urântia termina, você está sendo chamado para uma nova e mais elevada forma de serviço. Sentiremos sua falta em Urântia, mas eles esperam por você no alto.

Foi mais tarde naquele dia que Carolyn faleceu, com a família ao seu lado. Não tenho ideia se as palavras de Christy podem ter facilitado sua passagem. Mas estou certo de que em sua chegada ela será saudada como um "soldado dos círculos" vindo do planeta da Cruz.

1968: Jacques Dupont, Martin Myers, Carolyn Kendall, Tom Kendall, Alain Le Corvec, Emma “Christy” Christensen
1968: Jacques Dupont, Martin Myers, Carolyn Kendall, Tom Kendall, Alain Le Corvec, Emma “Christy” Christensen
Carolyn Kendall, Nancy Grimsley, Gloriann Harris
Carolyn Kendall, Nancy Grimsley, Gloriann Harris

Foundation Info

Versão para impressãoVersão para impressão

Urantia Foundation, 533 W. Diversey Parkway, Chicago, IL 60614, USA
Tel: +1-773-525-3319; Fax: +1-773-525-7739
© Urantia Foundation. All rights reserved