Simpósio Científico 2019

Versão para impressãoVersão para impressão
Joanne Strobel

Por Joanne Strobel, Urantia Foundation, Geórgia, Estados Unidos

O recente Simpósio Científico da Fundação Urântia foi uma ideia do Dr. Ralph Zehr. Foi o segundo evento desse tipo e ocorreu em Chicago durante o fim de semana de 1 a 3 de novembro. Sei que muitos de vocês sabem disso porque as apresentações foram visualizadas 685 vezes por diferentes telespectadores de 23 países diferentes ao redor do mundo, todos nos três dias em que o simpósio foi transmitido.

Ralph recebeu sua inspiração da edição de junho de 2018 da Scientific American, que incluiu um relatório especial intitulado "As Maiores Perguntas da Ciência". O relatório também foi publicado simultaneamente na Nature. Ralph declarou uma coincidência feliz que ambos os editores dos dois principais operiódicos científicos tenham optado por publicar uma lista das perguntas mais urgentes que a comunidade científica enfrenta, a tempo de serem incorporadas a um programa para o Simpósio de Ciências 2019.

Você só precisa ler a lista de tópicos para saber que a maioria das perguntas que os cientistas enfrentam hoje são abordadas nas páginas de O Livro de Urântia e contempladas na mente de leitores como Marjorie Ray, Ralph Zehr, Bruce Johnson, Neal Kendall, David Neufer, Nigel Nunn, Phil Calabrese, Joshua Wilson, Tom Allen, Gard Jameson e George Park.

Aqui está a lista de seus trabalhos de pesquisa e apresentações ao vivo relacionadas: https://www.urantia.org/study/seminar-presentations

O espectador de Connecticut, Dave Elders [ver próximo artigo], me enviou um e-mail informando que estava assistindo a apresentação de Nigel quando percebeu no telephone um artigo do Washington Post intitulado "Os cientistas estão confusos: o que há com o universo?" Apareceu em seu feed de notícias. Ele disse que o artigo o levou de volta à discussão de Nigel sobre a Constante Hubble! Que coincidência - e que validação.

O artigo da Scientific American diz: “Sabemos o que é a vida, mas não de onde veio a primeira centelha”. O Livro de Urântia nos diz: “Uma vez providos os modelos físicos, de acordo com as fórmulas aprovadas, então, os Portadores da Vida catalisam esse material sem vida, comunicando-lhe, por meio das suas pessoas, a centelha da vida do espírito; e daí em diante o modelo inerte torna-se matéria viva.” 36:3.3 (399.5)

Por meio desses simpósios, a Urantia Foundation está cultivando um compromisso com a exploração e o estudo de descobertas científicas que validam o que é revelado no The Urantia Book. Eles apresentam uma tremenda oportunidade de divulgação para uma população inexplorada de agnósticos e até ateus de espírito científico.

Haverá outro Simpósio Científico e esperamos que não tenhamos que esperar mais três anos para apreciá-lo. O bastão foi passado de Ralph para Marjorie Ray, que já está repleta de idéias para o próximo tema. Se você gostaria de participar, entre em contato.

Neal Kendall, Gard Jameson, David Neufer, Tom Allen, Joshua Wilson, George Park, Nigel Nunn, Bruce Johnson, Ralph Zehr, Marjorie Ray, Phil Calabrese
Atrás: Neal Kendall, Gard Jameson, David Neufer, Tom Allen, Joshua Wilson, George Park, Nigel Nunn
Frente: Bruce Johnson, Ralph Zehr, Marjorie Ray, Phil Calabrese

Foundation Info

Versão para impressãoVersão para impressão

Urantia Foundation, 533 W. Diversey Parkway, Chicago, IL 60614, USA
Tel: +1-773-525-3319; Fax: +1-773-525-7739
© Urantia Foundation. All rights reserved