A juventude do Livro de Urântia se torna quarentona

Versão para impressãoVersão para impressão
Michael MacIsaac
Michael MacIsaac
Mike e suas duas filhas

Por Michael MacIsaac, Suécia

Fui alcançado por leitores que começaram a ler O Livro de Urântia na década de 1970. Meus pais me fizeram uma festa do Ajustador de Pensamento quando eu era pequeno e, quando crescia, muitas vezes me trouxeram para grupos de estudo. Comecei a participar dos grupos de estudo e leitura do livro na minha adolescência. Em 1996, quando eu tinha vinte anos, assisti à minha primeira conferência. Conhecer tantos leitores entusiastas de todo o mundo me inspirou a tornar-me ativo na comunidade de Urântia. Foi difícil encontrar leitores da minha geração, naquela época, e passei a próxima década numa missão de encontrar outros jovens com interesse em O Livro de Urântiae para fomentar amizades, estudo e apoio mútuo. Muitos anos se seguiram, que foram preenchidos por maravilhosas conferências e encontros, projetos de colocação e divulgação do livro e extensas aventuras viagens de grupo ("viagens de jovem leitor").

Quero expressar minha gratidão aos muitos mentores e anfitriões que foram tão encorajadores e apoiadores destes esforços para conectar e estimular leitores mais jovens. Ao longo destas décadas, só gotejaram indivíduos de geração mais jovem, tornando-se ativos na América e Europa (muitos dos leitores jovens mais ativos nos Estados Unidos são, como eu, leitores de segunda geração). Eu continuo a fazer o que posso para ajudar, e fico feliz em ver os esforços que estão sendo feitos hoje para envolver jovens leitores e trazê-los para junto. É emocionante que a conferência no Texas no próximo verão será patrocinada por ambos a Sociedade de O Livro de Urântia e a Associação Urântia dos Estados Unidos. Espero trabalhar com as organizações para ajudar a atrair muitos mais participantes da conferência de geração mais jovem.

Ambos, os ensinamentos de O Livro de Urântia e as leituras do livro, inspiraram e enriqueceram minha vida de várias maneiras. Um ensinamento que eu tenho me esforçado em vivenciar, desde minha adolescência, é utilizar plenamente minhas possibilidades para aprender a conhecer, entender e amar meus companheiros. Os ensinamentos, tais como um “verdadeiro relacionamento” entre personalidades tem valor espiritual e é “um fim em si mesmo", e também tem sido importantes para me motivar em priorizar investimento nos relacionamentos e para alcançar meus companheiros.

Através das minhas viagens e esforços entre leitores de O Livro de Urântia, eu tenho sido abençoado em experienciar tantas inestimáveis relacionamentos e amizades. Com a vida ocupada e os leitores espalhados no mundo, nós somos limitados na medida em que podemos ficar conectado e manter amizades ativas. Além disso, espero que os filhos da explosão populacional e a geração conectada venham a ficar em boa saúde, a fim de continuar a enriquecer a comunidade pelas décadas que virão. Perdemos muitos membros de nossa comunidade, os valentes “soldados dos círculos,” que se formaram a partir deste mundo. Agradeço a descrição detalhada, requintada de vida após a morte que é encontrada em O Livro de Urântia, e estou ansioso para ver os “graduados” nas reuniões da “conferência de Urântia” nos mundos de mansão e além.

Eu moro na Suécia, onde tenho vivido a maior parte de minha vida adulta. Eu me ocupo em criar minhas duas filhas jovens e trabalhando como professor de inglês e de religiões comparadas na mais antiga escola colegial da Suécia. Também tenho trabalhado em outro projeto relacionado com O Livro de Urântia. É um livro que traz uma visão geral da origem e conteúdo do livro, bem como suas leituras e mais ampla influência.

Comecei a escrever este livro há 10 anos, quando meu supervisor na Universidade de Estocolmo, um pesquisador de novos movimentos religiosos, me encorajou a escrever meu bacharelado e tese de mestrado em religiões comparadas sobre O Livro de Urântia e seu movimento. Ele ficou surpreso que pouca pesquisa acadêmica sobre o livro e o movimento tenham sido publicada, e disse que era necessário. Eu mergulhei profundamente no projeto e escrevi uma tese de 220 páginas com uma imensa lista de referência. Os professores da universidade e o chefe de departamento, que estavam na “ventilação do ensaio” estavam impressionados com ele, e insistiram que eu o devo publicar e tornar disponível para pesquisadores e estudantes.

Antes de publicá-lo, quero completar a pesquisa que comecei em pessoas famosas e influentes que foram influenciadas ou foram os leitores do livro. Mal eu sabia que eu  continuaria a encontrar muito mais informações sobre dezenas de indivíduos talentosos e fascinantes que encontraram inspiração em O Livro de Urântia, independentemente de quanto pesquisa eu faça, que a linha de chegada parece permanecer na mesma distância. Eu devo publicar uma versão preliminar em um futuro próximo, uma vez que parece que a pesquisa poderia continuar para sempre!

Foundation Info

Versão para impressãoVersão para impressão

Urantia Foundation, 533 W. Diversey Parkway, Chicago, IL 60614, USA
Tel: +1-773-525-3319; Fax: +1-773-525-7739
© Urantia Foundation. All rights reserved