Índice Detalhado do Livro

   
   Red Jesus Text: On | Off    Números de Parágrafos: On | Off
Versão para impressãoVersão para impressãoEnviar por emailEnviar por email

O LIVRO DE URÂNTIA

Índice Detalhado do Livro

PARTE I.
O Universo Central e os Superuniversos

Introdução

I. Deidade e Divindade
II. Deus
III. A Primeira Fonte e Centro
Os Sete Absolutos
A Realidade
O Conceito do EU SOU
IV. Realidade do Universo
O Paraíso
V. Realidades da Personalidade
VI. Energia e Modelo Original
VII. O Ser Supremo
VIII. Deus, o Sétuplo
IX. Deus, o Último
X. Deus, o Absoluto
XI. Os Três Absolutos
XII. As Trindades
Considerações

1. O Pai Universal

1. O Nome do Pai
2. A Realidade de Deus
3. Deus é um Espírito Universal
4. O Mistério de Deus
5. A Personalidade do Pai Universal
6. A Personalidade no Universo
7. O Valor Espiritual do Conceito de Personalidade

2. A Natureza de Deus

1. A Infinitude de Deus
2. A Perfeição Eterna do Pai
3. A Justiça e a Retidão
4. A Misericórdia Divina
5. O Amor de Deus
6. A Bondade de Deus
7. A Verdade e a Beleza Divinas

3. Os Atributos de Deus

1. A Onipresença de Deus
2. O Poder Infinito de Deus
3. O Conhecimento Universal de Deus
4. Ilimitabilidade de Deus
5. A Lei Suprema do Pai
As inevitabilidades
6. A Primazia do Pai
A bênção

4. A Relação de Deus com o Universo

1. A Atitude do Pai para com o Universo
A Providência
2. Deus e a Natureza
3. O Caráter Imutável de Deus
4. Como Compreender Deus
5. Idéias Errôneas sobre Deus

5. A Relação de Deus com o Indivíduo

1. O Caminho até Deus
2. A Presença de Deus
3. A Verdadeira Adoração
4. Deus na Religião
5. A Consciência que se tem de Deus
6. O Deus da Personalidade

6. O Filho Eterno

1. A Identidade do Filho Eterno
2. A Natureza do Filho Eterno
3. O Ministério de Amor do Pai
4. Os Atributos do Filho Eterno
Onipotência, onipresença e onisciência
5. As Limitações do Filho Eterno
6. A Mente Espiritual
7. A Personalidade do Filho Eterno
8. A Compreensão do Filho Eterno

7. A Relação do Filho Eterno com o Universo

1. O Circuito da Gravidade do Espírito
2. A Administração do Filho Eterno
3. A Relação do Filho Eterno com o Indivíduo
4. Os Planos da Perfeição Divina
5. O Espírito da Auto-outorga
As auto-outorgas do Filho Eterno
As auto-outorgas do Michael Original
6. Os Filhos de Deus, do Paraíso
7. A Revelação Suprema do Pai

8. O Espírito Infinito

1. O Deus da Ação
2. A Natureza do Espírito Infinito
3. A Relação do Espírito com o Pai e com o Filho
4. O Espírito da Ministração Divina
As Filhas Criativas
5. A Presença de Deus
6. A Personalidade do Espírito Infinito

9. A Relação do Espírito Infinito com o Universo

1. Os Atributos da Terceira Fonte e Centro
2. O Espírito Onipresente
3. O Manipulador Universal
4. A Mente Absoluta
5. A Ministração da Mente
6. O Circuito de Gravidade da Mente
7. A Reflectividade no Universo
8. As Personalidades do Espírito Infinito
A Família funcional da Terceira Fonte e Centro

10. A Trindade do Paraíso

1. A Autodistribuição da Primeira Fonte e Centro
2. A Personalização da Deidade
3. As Três Pessoas da Deidade
4. A União Trinitária da Deidade
5. As Funções da Trindade
Atitude finita, absonita, e absoluta
6. Os Filhos Estacionários da Trindade
Justiça, Evidência e Julgamento
7. O Supercontrole da Supremacia
8. A Trindade Além do Finito
Limites do Destino mortal

11. A Ilha Eterna do Paraíso

1. A Residência Divina
2. Natureza da Ilha Eterna
3. O Paraíso Superior
4. O Paraíso Periférico
5. O Paraíso Inferior
6. A Respiração do Espaço
O Espaço não preenchido
7. As Funções Espaciais do Paraíso
As zonas de espaço intermediário
8. A Gravidade do Paraíso
Força, energia e poder
9. A Unicidade do Paraíso

12. O Universo dos Universos

1. Níveis Espaciais do Universo-mestre
2. Os Domínios do Absoluto Inqualificável
3. A Gravidade Universal
4. O Espaço e o Movimento
5. O Espaço e o Tempo
6. O Supercontrole Universal
7. A Parte e o Todo
8. A Matéria, a Mente e o Espírito
9. As Realidades Pessoais

13. As Esferas Sagradas do Paraíso

1. Os Sete Mundos Sagrados do Pai
(1) Divinington
(2) Sonárington
(3) Espiritíngton
(4) Vicegérington
(5) Solitárington
(6) Seráfington
(7) Ascéndington
2. As Relações nos Mundos do Pai
3. Os Mundos Sagrados do Filho Eterno
4. Os Mundos do Espírito Infinito
Moradas Executivas dos Espíritos Mestres

14. O Universo Central e Divino

1. O Sistema Paraíso-Havona
O dia no Paraíso-Havona
Os Corpos Negros de Gravidade
2. A Constituição de Havona
3. Os Mundos de Havona
4. As Criaturas do Universo Central
Nativos de Havona
5. A Vida em Havona
Monotonia e Aventura
6. O Propósito do Universo Central

15. Os Sete Superuniversos

1. O Nível Espacial do Superuniverso
2. A Organização dos Superuniversos
3. O Superuniverso de Orvônton
4. As Nebulosas — As Ancestrais dos Universos
5. A Origem dos Corpos Espaciais
6. As Esferas do Espaço
7. As Esferas Arquitetônicas
O Tempo no Superuniverso
8. O Controle e a Regulagem da Energia
9. Os Circuitos dos Superuniversos
Os Circuitos dos Universos Locais
10. Os Governantes dos Superuniversos
11. A Assembléia Deliberativa
12. Os Tribunais Supremos
13. Os Governos dos Setores
14. Os Propósitos dos Sete Superuniversos

16. Os Sete Espíritos Mestres

1. Relação com a Deidade Trina
2. A Relação com o Espírito Infinito
3. A Identidade e a Diversidade dos Espíritos Mestres
4. Os Atributos e as Funções dos Espíritos Mestres
5. A Relação com as Criaturas
6. A Mente Cósmica
Causação, dever e adoração
7. A Moral, a Virtude e a Personalidade
8. A Personalidade em Urântia
9. A Realidade da Consciência Humana

17. Os Sete Grupos de Espíritos Supremos

1. Os Sete Executivos Supremos
Os Filhos Trinitarizados por Criaturas
2. Majeston — O Dirigente Supremo da Reflectividade
3. Os Espíritos Reflectivos
4. Os Auxiliares Reflectivos da Imagem
5. Os Sete Espíritos dos Circuitos
6. Os Espíritos Criativos do Universo Local
7. Os Espíritos Ajudantes da Mente
8. As Funções dos Espíritos Supremos

18. As Personalidades Supremas da Trindade

1. Os Segredos Trinitarizados da Supremacia
2. Os Eternos dos Dias
3. Os Anciães dos Dias
4. Os Perfeições dos Dias
5. Os Recentes dos Dias
6. Os Uniões dos Dias
7. Os Fiéis dos Dias

19. Os Seres Coordenados Originários da Trindade

1. Os Filhos Instrutores da Trindade
2. Os Perfeccionadores da Sabedoria
3. Os Conselheiros Divinos
4. Os Censores Universais
Os Filhos Estacionários da Trindade
5. Os Espíritos Inspirados da Trindade
6. Os Nativos de Havona
7. Os Cidadãos do Paraíso

20. Os Filhos de Deus, do Paraíso

1. Os Filhos Descendentes de Deus
2. Os Filhos Magisteriais
3. As Ações Judiciais
4. As Missões Magisteriais
5. A Auto-outorga dos Filhos de Deus do Paraíso
6. As Carreiras de Auto-outorga Mortal
7. Os Filhos Instrutores da Trindade
8. A Ministração dos Dainais Ao Universo Local
9. O Serviço Planetário dos Dainais
10. A Ministração Unificada dos Filhos do Paraíso

21. Os Filhos Criadores do Paraíso

O Michael Original
1. Origem e Natureza dos Filhos Criadores
2. Os Criadores dos Universos Locais
3. A Soberania no Universo Local
4. As Auto-outorgas dos Michaéis
5. A Relação dos Filhos Mestres com o Universo
6. O Destino dos Michaéis Mestres

22. Os Filhos Trinitarizados de Deus

1. Os Filhos Abraçados pela Trindade
Os Filhos Trinitarizados pela Realização
Os Filhos Trinitarizados pela Seleção
Os Filhos Trinitarizados pela Perfeição
2. Os Mensageiros Poderosos
3. Aqueles Elevados em Autoridade
4. Aqueles Sem Nome nem Número
5. Os Custódios Trinitarizados
6. Os Embaixadores Trinitarizados
7. A Técnica da Trinitarização
Os Filhos Triniarizados pelos Ascendentes
Os Filhos Trinitarizados no Paraíso-Havona
Os Filhos Trinitarizados do Destino
8. Os Filhos Trinitarizados por Criaturas
9. Os Guardiães Celestes
10. Os Assistentes dos Filhos Elevados

23. Os Mensageiros Solitários

1. A Natureza e Origem dos Mensageiros Solitários
2. As Tarefas dos Mensageiros Solitários
3. Os Serviços dos Mensageiros Solitários no Tempo e Espaço
A velocidade seráfica e outras velocidades
4. A Ministração Especial dos Mensageiros Solitários
Os Filhos Trinitarizados do Destino

24. As Personalidades Mais Elevadas do Espírito Infinito

1. Os Supervisores dos Circuitos do Universo
2. Os Diretores do Censo
3. Os Ajudantes Pessoais do Espírito Infinito
4. Os Inspetores Associados
5. As Sentinelas Designadas
6. Os Guias dos Graduados
Grandfanda, o primeiro ascendente
7. A Origem dos Guias dos Graduados

25. As Hostes de Mensageiros do Espaço

1. Os Servidores de Havona
2. Os Conciliadores Universais
3. O Serviço de Longo Alcance dos Conciliadores
4. Os Conselheiros Técnicos
5. Os Custódios dos Registros no Paraíso
6. Os Registradores Celestes
7. Os Companheiros Moronciais
8. Os Companheiros do Paraíso

26. Os Espíritos Ministradores do Universo Central

1. Os Espíritos Ministradores
Os Espíritos Ministradores do Universo Central
Os Espíritos Ministradores dos Superuniversos
Os Espíritos Ministradores dos Universos Locais
2. Os Poderosos Supernafins
3. Os Supernafins Terciários
(1) Os Supervisores da Harmonia
(2) Os Registradores Principais
(3) Os Difusores
(4) Os Mensageiros
(5) Os Coordenadores da Informação
(6) As Personalidades de Transporte
(7) O Corpo de Reserva
4. Os Supernafins Secundários
A Chegada dos Ascendentes em Havona
5. Os Ajudantes dos Peregrinos
6. Os Guias da Supremacia
7. Os Guias da Trindade
8. Os Descobridores do Filho
O Fracasso em Encontrar a Deidade
9. Os Guias do Pai
10. Os Assessores e os Conselheiros
Designações para os Candidatos Derrotados
11. Os Complementos do Repouso
Filhos Trinitarizados por Criaturas

27. A Ministração dos Supernafins Primários

1. Os Incentivadores do Repouso
Natureza do Repouso
2. Os Comandantes das Designações
3. Os Intérpretes da Ética
4. Os Diretores da Conduta
5. Os Custódios do Conhecimento
6. Os Mestres da Filosofia
7. Os Condutores da Adoração

28. Os Espíritos Ministradores dos Superuniversos

1. Os Tertiafins
2. Os Omniafins
3. Os Seconafins
4. Os Seconafins Primários
(1) A Voz do Agente Conjunto
(2) A Voz dos Sete Espíritos Mestres
(3) A Voz dos Filhos Criadores
(4) A Voz das Hostes Angélicas
(5) Os Receptores das Transmissões
(6) As Personalidades de Transporte
(7) O Corpo de Reserva
5. Os Seconafins Secundários
(1) A Voz da Sabedoria
(2) A Alma da Filosofia
(3) A União das Almas
(4) O Coração do Conselho
(5) O Júbilo da Existência
(6) A Satisfação do Serviço
(7) O Discernidor de Espíritos
6. Os Seconafins Terciários
(1) O Significado das Origens
(2) A Memória da Misericórdia
(3) A Importância do Tempo
(4) A Solenidade da Confiança
(5) A Santidade do Serviço
(6) e (7) O Segredo da Grandeza e a Alma da Bondade
7. A Ministração dos Seconafins

29. Os Diretores de Potência do Universo

1. Os Sete Diretores Supremos de Potência
2. Os Centros Supremos de Potência
(1) Supervisores Supremos dos Centros
(2) Centros de Havona
(3) Centros dos Superuniversos
(4) Centros dos Universos Locais
(5) Centros das Constelações
(6) Centros dos Sistemas
(7) Centros Não-Classificados
3. O Domínio dos Centros de Potência
4. Os Mestres Controladores Físicos
(1) Diretores Adjuntos de Potência
(2) Controladores Mecânicos
(3) Transformadores de Energia
(4) Transmissores de Energia
(5) Associadores Primários
(6) Dissociadores Secundários
(7) Frandalanques
Cronoldeques
5. Os Mestres Organizadores da Força
Os Mestres Organizadores da Força
Mestres Derivantes Primários Organizadores da Força

30. As Personalidades do Grande Universo

1. A Classificação do Paraíso para os Seres Vivos
I. Os Seres de Origem Trina
II. Os Seres de Origem Dual
III. Os Seres de Uma Origem Única
IV. Os Seres Transcendentais Derivantes
V. As Entidades Fragmentadas da Deidade
VI. Os Seres Suprapessoais
VII. As Ordens Não-Classificadas Nem Reveladas
2. O Registro das Personalidades, em Uversa
I. As Deidades do Paraíso
II. Os Espíritos Supremos
III. Os Seres Originários da Trindade
IV. Os Filhos de Deus
V. As Personalidades do Espírito Infinito
VI. Os Diretores de Poder do Universo
VII. O Corpo de Cidadania Permanente
Os Grupos de Personalidades Compostas
3. As Colônias de Cortesia
(1) Os Estudantes de Astronomia
(2) Os Artesãos Celestes
(3) Os Diretores de Retrospecção
(4) Os Instrutores das Escolas de Extensão
(5) Os Vários Corpos de Reserva
(6) Os Estudantes Visitantes
(7) Os Peregrinos Ascendentes
4. Os Mortais Ascendentes
(1) Mortais Planetários
(2) Sobreviventes Adormecidos
(3) Estudantes dos Mundos das Mansões
(4) Progressores Moronciais
(5) Pupilos do Superuniverso
(6) Peregrinos de Havona
(7) Os Que Chegam ao Paraíso

31. O Corpo de Finalidade

1. Os Nativos de Havona
2. Os Mensageiros de Gravidade
3. Os Mortais Glorificados
4. Os Serafins Adotados
5. Os Filhos Materiais Glorificados
6. As Criaturas Intermediárias Glorificadas
7. Os Evangelhos de Luz
8. Os Transcendentores
9. Os Arquitetos do Universo-Mestre
10. A Aventura do Último

 


 

PARTE II.
O Universo Local


32. A Evolução dos Universos Locais

1. O Surgimento Físico dos Universos
2. A Organização do Universo
3. A Idéia Evolucionária
4. A Relação de Deus com um Universo Local
5. O Propósito Eterno e Divino

33. A Administração do Universo Local

1. Michael de Nébadon
2. O Soberano de Nébadon
3. O Filho e o Espírito do Universo
4. Gabriel — O Comandante Executivo
5. Os Embaixadores da Trindade
6. A Administração Geral
O tempo no universo local
7. Os Tribunais de Nébadon
8. As Funções do Legislativo e do Executivo

34. O Espírito Materno do Universo Local

1. A Personalização do Espírito Criativo
2. A Natureza da Ministra Divina
3. O Filho e o Espírito no Tempo e no Espaço
4. Os Circuitos do Universo Local
5. A Ministração do Espírito
6. O Espírito no Homem
A natureza dual do homem
7. O Espírito e a Carne
“Este é o caminho.”

35. Os Filhos de Deus do Universo Local

1. O Pai Melquisedeque
2. Os Filhos Melquisedeques
3. Os Mundos Melquisedeques
4. O Trabalho Especial dos Melquisedeques
As encarnações Melquisedeques
5. Os Filhos Vorondadeques
6. Os Pais da Constelação
7. Os Mundos Vorondadeques
8. Os Filhos Lanonandeques
Os Lanonandeques Primários
Os Lanonandeques Secundários
Os Lanonandeques Terciários
9. Os Governantes Lanonandeques
10. Os Mundos Lanonandeques

36. Os Portadores da Vida

1. A Origem e Natureza dos Portadores da Vida
2. Os Mundos dos Portadores da Vida
3. O Transplante da Vida
4. Os Portadores Melquisedeques da Vida
Os midsonitas
Os Mundos dos Finalitores em Salvington
5. Os Sete Espíritos Ajudantes da Mente
(1) O espírito da intuição
(2) O espírito da compreensão
(3) O espírito da coragem
(4) O espírito do conhecimento
(5) O espírito do conselho
(6) O espírito da adoração
(7) O espírito da sabedoria
6. As Forças Vivas

37. As Personalidades do Universo Local

1. Os Ajudantes do Universo
2. Os Brilhantes Estrelas Vespertinos
Os Estrelas Vespertinos Criados
Os Estrelas Vespertinos Ascendentes
Os Mundos dos Estrelas Vespertinos
3. Os Arcanjos
Os Mundos dos Arcanjos
4. Os Assistentes Mais Elevados
5. Os Altos Comissionados
Comissionados das raças
Corpo de Perfeição de Nebadon
Mundos dos Mortais Fusionados ao Espírito
6. Os Supervisores Celestes
Sistema educacional de Nebadon
7. Os Mestres dos Mundos das Mansões
8. As Ordens Espirituais de Compromissos mais Elevados
Os Mensageiros Solitários
Os Supervisores dos Circuitos do Universo — Andovôntia
Os Diretores do Censo — Salsátia
Os Inspetores Associados
As Sentinelas Designadas
Os Conciliadores Universais
Os Conselheiros Técnicos
Os Registradores Celestes
Os Companheiros Moronciais
9. Os Cidadãos Permanentes do Universo Local
(1) Susátias
(2) Univitátias
(3) Filhos Materiais
(4) Criaturas ou seres Intermediários
Abandonteiros
10. Outros Grupos do Universo Local
Os Espirongas
Os Espornágias
Colônias de cortesia

38. Os Espíritos Ministradores do Universo Local

1. A Origem dos Serafins
2. A Natureza Angélica
3. Os Anjos Não Revelados
4. Os Mundos Seráficos
5. O Aperfeiçoamento Seráfico
6. A Organização Seráfica
7. Querubins e Sanobins
8. A Evolução dos Querubins e Sanobins
(1) Os Candidatos à Ascensão
(2) Os Querubins de Fase-Intermediária
(3) Os Querubins Moronciais
9. As Criaturas Intermediárias
(1) Os Intermediários Primários
(2) Os Intermediários Secundários

39. As Hostes Seráficas

1. Os Serafins Supremos
(1) Ministros do Filho-Espírito
Ajudantes das auto-outorgas
(2) Conselheiros dos Tribunais
(3) Orientadores do Universo
(4) Conselheiros do Ensino
(5) Diretores das Designações
(6) Registradores
(7) Ministros Sem Vínculo
2. Os Serafins Superiores
(1) O Corpo de Informação
(2) A Voz da Misericórdia
(3) Os Coordenadores do Espírito
(4) Os Mestres Assistentes
(5) Os Transportadores
As técnicas seráficas de transporte
(6) Os Registradores
Os Difusores
(7) As Reservas
3. Os Serafins Supervisores
(1) Os Assistentes da Supervisão
(2) Os Prognosticadores da Lei
(3) Os Arquitetos Sociais
(4) Os Sensibilizadores Éticos
(5) Os Transportadores
(6) Os Registradores
(7) As Reservas
4. Os Serafins Administradores
(1) Os Assistentes Administrativos
(2) Os Guias da Justiça
(3) Os Interpretes da Cidadania Cósmica
(4) Os Estimuladores da Moralidade
(5) Os Transportadores
(6) Os Registradores
(7) As Reservas
5. Os Ajudantes Planetários
(1) As Vozes do Jardim
(2) Os Espíritos da Fraternidade
(3) As Almas da Paz
(4) Os Espíritos da Confiança
(5) Os Transportadores
A Decolagem de um transporte seráfico
(6) Os Registradores
(7) As Reservas
6. Os Ministros de Transição
7. Os Serafins do Futuro
8. O Destino Seráfico
9. O Corpo Seráfico dos Completos

40. Os Filhos Ascendentes de Deus

1. Os Serafins Evolucionários
2. Os Filhos Materiais Ascendentes
3. Os Seres Intermediários Transladados
4. Os Ajustadores Personalizados
5. Os Mortais do Tempo e do Espaço
Mortais de permanência transitória ou experiencial do Ajustador
Mortais dos tipos que não se fusionam ao Ajustador
Mortais com potencial de fusão com o Ajustador
As séries não numeradas
6. Os Filhos de Deus pela Fé
7. Os Mortais Fusionados ao Pai
8. Os Mortais Fusionados ao Filho
9. Os Mortais Fusionados ao Espírito
Técnicas de reconstrução da memória
10. O Destino dos Ascendentes

41. Aspectos Físicos do Universo Local

1. Os Centros de Potência de Nébadon
2. Os Controladores Físicos de Satânia
3. Congêneres Estelares do Nosso Sol
4. A Densidade do Sol
5. A Irradiação Solar
6. O Cálcio — O Viandante do Espaço
7. As Fontes de Energia Solar
8. Reações da Energia Solar
9. A Estabilidade dos Sóis
10. A Origem dos Mundos Habitados

42. A Energia — a Mente e a Matéria

1. Energias e Forças do Paraíso
2. Sistemas Universais de Energia Não-Espiritual (Energias Físicas)
(1) Potência de espaço
(2) Força Primordial
(3) Energias Emergentes
a. Energia de potência
b. Energia de gravidade
(4) Poder no Universo
(5) Energia de Havona
(6) Energia Transcendental
(7) Monota
3. A Classificação da Matéria
4. A Energia e as Transmutações da Matéria
5. Manifestações de Energia Ondulatória
6. Ultímatons, Elétrons e Átomos
7. A Matéria Atômica
8. A Coesão Atômica
9. A Filosofia Natural
10. Sistemas Não-Espirituais de Energias Universais (Sistemas de Mente Material)
(1) Espíritos Pré-Ajudantes da Mente
(2) Espíritos Ajudantes da Mente
(3) Mentes Moronciais em Evolução
A mente cósmica
11. Os Mecanismos do Universo
12. Modelo e Forma — O Predomínio da Mente

43. As Constelações

1. As Sedes Centrais das Constelações
2. O Governo da Constelação
3. Os Altíssimos de Norlatiadeque
4. O Monte da Assembléia — Os Fiéis dos Dias
5. Os Pais de Edêntia, Desde a Rebelião de Lúcifer
6. Os Jardins de Deus
7. Os Univitátias
8. Os Mundos de Aperfeiçoamento de Edêntia
9. A Cidadania em Edêntia

44. Os Artesãos Celestes

1. Os Músicos Celestes
2. Os Reprodutores Celestes
3. Os Construtores Divinos
4. Os Registradores de Pensamentos
5. Os Manipuladores da Energia
6. Os Desenhistas e Ornamentadores
7. Os Trabalhadores da Harmonia
8. As Aspirações Mortais e as Realizações Moronciais

45. A Administração do Sistema Local

1. Mundos de Cultura de Transição
(1) O Mundo Finalitor
(2) O Mundo Moroncial
(3) O Mundo Angélico
(4) O Mundo Superangélico
(5) O Mundo dos Filhos
(6) O Mundo do Espírito
(7) O Mundo do Pai
2. O Soberano do Sistema
3. O Governo do Sistema
4. Os Quatro-e-vinte Conselheiros
5. Os Filhos Materiais
6. A Educação Adâmica dos Ascendentes
A experiência de ser progenitor
O berçário Probatório de Satânia
7. As Escolas Melquisedeques

46. A Sede Central do Sistema Local

1. Aspectos Físicos de Jerusém
2. Características Físicas de Jerusém
3. As Transmissões de Jerusém
4. As Áreas Residencial e Administrativa
5. Os Círculos de Jerusém
(1) Os Círculos dos Filhos de Deus
(2) Os Círculos dos Anjos
(3) Os Círculos dos Ajudantes do Universo
(4) Os Círculos dos Mestres Controladores Físicos
(5) Os Círculos dos Mortais Ascendentes
(6) Os Círculos das Colônias de Cortesia
(7) Os Círculos dos Finalitores
6. Os Quadrados Executivo-Administrativos
7. Os Retângulos — Os Espornágias
8. Os Triângulos de Jerusém

47. Os Sete Mundos das Mansões

1. O Mundo dos Finalitores
Os quesitos de experiência dos pais
2. O Berçário Probatório
3. O Primeiro Mundo das Mansões
Os Companheiros Moronciais
4. O Segundo Mundo das Mansões
5. O Terceiro Mundo das Mansões
6. O Quarto Mundo das Mansões
7. O Quinto Mundo das Mansões
8. O Sexto Mundo das Mansões
A fusão com o Ajustador
9. O Sétimo Mundo das Mansões
10. A Cidadania de Jerusém

48. A Vida Moroncial

1. Os Materiais Moronciais
2. Os Supervisores do Poder Moroncial
(1) Os Reguladores dos Circuitos
(2) Os Coordenadores dos Sistemas
(3) Os Custódios Planetários
(4) Os Controladores Combinados
(5) Os Estabilizadores das Ligações
(6) Os Classificadores Seletivos
(7) Os Arquivistas Associados
3. Os Companheiros Moronciais
(1) Guardiães dos Peregrinos
(2) Receptadores dos Peregrinos e Livres Associadores
(3) Anfitriões dos Visitantes Celestes
(4) Coordenadores e Diretores das Ligações sociais
(5) Interpretes e Tradutores
(6) Supervisores das Excursões e Retrospecções
(7) Custódios das Áreas e Edifícios
4. Os Diretores de Retrospecção
O humor celeste
O humor dos mortais
5. Os Educadores dos Mundos das Mansões
6. Os Serafins dos Mundos Moronciais — Os Ministros de Transição
(1) Os Evangelhos Seráficos
O Original do Salmo Vinte e Três
(2) Os Intérpretes Raciais
(3) Os Planejadores da Mente
(4) Os Conselheiros Moronciais
O efeito estereoscópico da mota
(5) Os Técnicos
(6) Os Mestres Registradores
A verdade e o fato
(7) As Reservas Ministrantes
O Sucesso, o fracasso e o ego
7. A Mota Moroncial
8. Os Progressores Moronciais

49. Os Mundos Habitados

1. A Vida Planetária
2. Os Tipos Físicos Planetários
(1) Os tipos segundo a atmosfera
(2) Os tipos segundo os elementos
(3) Os tipos segundo a gravidade
(4) Os tipos segundo a temperatura
(5) Os tipos segundo a eletricidade
(6) Os tipos segundo a energia
(7) Os tipos não denominados
3. Os Mundos dos Não-Respiradores
4. As Criaturas Volitivas Evolucionárias
5. As Séries Planetárias de Mortais
(1) Segundo o ajustamento ao meio ambiente planetário
As séries experimentais inspecionadas por Tabamântia
(2) Segundo os tipos de cérebro
(3) Segundo a recepção do Espírito
(4) Segundo as épocas mortais do planeta
(5) Segundo os parentescos entre as criaturas
(6) Segundo o fusionamento com o Ajustador
(7) Segundo as técnicas de escape terrestre
6. O Escape Terrestre
(1) A ordem do grupo dispensacional ou grupal de sobrevivência
(2) As ordens individuais de ascensão
(3) As ordens cuja ascensão depende de um período probatório
(4) As ordens secundárias modificadas de ascensão
(5) A ordem primária modificada de ascensão

50. Os Príncipes Planetários

1. A Missão dos Príncipes
2. Administração Planetária
3. Os Assessores Corpóreos do Príncipe
4. As Sedes Centrais e as Escolas Planetárias
5. A Civilização Progressiva
6. A Cultura Planetária
7. As Recompensas do Isolamento
Os Agondonteiros
Tabamantia, um agondonteiro

51. Os Adãos Planetários

1. A Origem e a Natureza dos Filhos Materiais de Deus
2. O Trânsito dos Adãos Planetários
3. As Missões Adâmicas
4. As Seis Raças Evolucionárias
5. A Miscigenação Racial — A Dádiva do Sangue Adâmico
6. O Regime Edênico
7. A Administração Unificada

52. As Épocas Planetárias dos Mortais

1. O Homem Primitivo
2. O Homem Pós-Príncipe Planetário
3. O Homem Pós-Adâmico
4. O Homem Pós-Filho Magisterial
5. O Homem Pós-Filho Auto-outorgado
6. A Era depois da Auto-outorga em Urântia
7. O Homem da Pós-Filho Instrutor

53. A Rebelião de Lúcifer

1. Os Líderes da Rebelião
2. As Causas da Rebelião
3. O Manifesto de Lúcifer
4. A Eclosão da Rebelião
5. A Natureza do Conflito
6. Um Comandante Seráfico Leal
7. A História da Rebelião
8. O Filho do Homem em Urântia
9. O Status Atual da Rebelião

54. Os Problemas da Rebelião de Lúcifer

1. A Liberdade Verdadeira e a Falsa Liberdade
2. O Roubo da Liberdade
3. A Demora Temporal da Justiça
4. A Demora Temporal da Misericórdia
5. Sabedoria no Adiamento
Doze razões
6. O Triunfo do Amor

55. As Esferas de Luz e Vida

1. O Templo Moroncial
2. A Morte e o Translado
3. As Idades de Ouro
4. Os Reajustamentos Administrativos
Os sete estágios de um planeta
A liberação dos Intermediários
A partida Adâmica
5. O Ápice do Desenvolvimento Material
6. O Mortal Individual
7. O Primeiro Estágio ou Estágio do Planeta
8. O Segundo Estágio ou Estágio do Sistema
9. O Terceiro Estágio ou Estágio da Constelação
10. O Quarto Estágio ou Estágio do Universo Local
11. O Estágio do Setor Menor e do Setor Maior
12. O Sétimo Estágio ou Estágio do Superuniverso
Os Supervisores Inqualificáveis do Supremo

56. A Unidade Universal

1. A Coordenação Física
2. A Unidade Intelectual
3. A Unificação Espiritual
4. A Unificação da Personalidade
5. A Unidade da Deidade
6. A Unificação da Deidade Evolucionária
7. As Repercussões Evolucionárias Universais
8. O Unificador Supremo
9. A Unidade do Absoluto Universal
10. A Verdade, a Beleza e a Bondade

 


 

PARTE III.
A História de Urântia


57. A Origem de Urântia

1. A Nebulosa de Andronover
2. O Estágio Primário da Nebulosa
3. O Estágio Secundário da Nebulosa
4. Os Estágios Terciário e Quaternário
A origem do Sol
5. Origem de Monmátia — O Sistema Solar de Urântia
Movimento retrógrado
6. O Estágio do Sistema Solar
A Era de formação do Planeta
A fricção das marés
As explosões da maré de fricção
7. A Era Meteórica
A Era Vulcânica
A Atmosfera Planetária Primitiva
8. A Estabilização da Crosta Terrestre
A Idade dos Terremotos
O Oceano Mundial e o Primeiro Continente

58. O Estabelecimento da Vida em Urântia

1. Os Pré-Requisitos para a Vida Física
2. A Atmosfera de Urântia
3. O Meio Ambiente Espacial
4. A Era da Aurora da Vida
5. A Deriva Continental
6. O Período de Transição
7. O Livro da História Geológica

59. A Era da Vida Marinha em Urântia

1. A Vida Marinha Primitiva nos Mares Rasos
A Idade dos Trilobitas
2. O Primeiro Estágio de Inundação Continental
A Idade dos Animais Invertebrados
3. O Estágio da Segunda Grande Inundação
O Período dos Corais
A Idade dos Braquiópodes
4. O Estágio da Grande Emergência de Terras
O Período da Vida Vegetal na Terra
A Idade dos Peixes
5. O Estágio da Movimentação da Crosta
O Período Carbonífero das Florestas de Fetos
A Idade das Rãs
6. O Estágio da Transição Climática
O Período das Plantas de Sementes
A Idade da Atribulação Biológica

60. Urântia Durante a Era da Vida Terrestre Primitiva

1. A Idade Primitiva dos Répteis
2. A Nova Idade dos Répteis
3. O Estágio Cretáceo
O Período das Plantas em Florescimento
A Idade dos Pássaros
4. O Fim do Período Cretáceo

61. A Era dos Mamíferos em Urântia

1. O Novo Estágio das Terras Continentais
A Idade dos Mamíferos Primitivos
2. O Estágio Recente de Inundações
A Idade dos Mamíferos Avançados
3. O Estágio das Montanhas Modernas
A Idade do Elefante e do Cavalo
4. O Estágio Recente das Elevações Continentais
A Última Grande Migração dos Mamíferos
5. A Primeira Idade Glacial
6. O Homem Primitivo na Idade do Gelo
7. A Continuação da Idade do Gelo

62. As Raças na Aurora do Homem Primitivo

1. Os Tipos Primitivos de Lêmures
2. Os Mamíferos Precursores do Homem
3. Os Mamíferos Intermediários
A Origem das Tribos de Símios
4. Os Primatas
5. Os Primeiros Seres Humanos
6. A Evolução da Mente Humana
7. O Reconhecimento do Mundo como Sendo Habitado

63. A Primeira Família Humana

1. Andon e Fonta
2. A Fuga dos Gêmeos
3. A Família de Andon
4. Os Clãs Andônicos
5. A Dispersão dos Andonitas
6. Ônagar — O Primeiro a Ensinar a Verdade
7. A Sobrevivência de Andon e Fonta

64. As Raças Evolucionárias de Cor

1. Os Aborígines Andônicos
2. Os Povos de Foxhall
3. As Tribos Badonan
4. As Raças de Neanderthal
5. A Origem das Raças Coloridas
6. As Seis Raças Sangiques de Urântia
(1) O homem vermelho
(2) O homem alaranjado
(3) O homem amarelo
(4) O homem verde
(5) O homem azul
(6) A raça índigo
O propósito das seis raças
7. A Dispersão das Raças de Cor

65. O Supercontrole da Evolução

1. As Funções dos Portadores da Vida
(1) O nível físico da eletroquímica
(2) A fase intermediária usual de existência
(3) O nível espiritual avançado
2. O Panorama Evolucionário
3. O Estímulo à Evolução
4. A Aventura de Urântia
5. As Vicissitudes da Evolução da Vida
6. As Técnicas Evolucionárias de Vida
7. Os Níveis Evolucionários da Mente
A mente mecânica não-ensinável
A mente não-mecânica que experiência
8. Evolução no Tempo e no Espaço

66. O Príncipe Planetário de Urântia

1. O Príncipe Caligástia
2. O Corpo de Assessores do Príncipe
3. Dalamátia — A Cidade do Príncipe
4. Os Primeiros Dias dos Cem
5. A Organização dos Cem
(1) O conselho de alimentação e do bem-estar material
(2) O conselho de domesticação e de utilização de animais
(3) Os consultores encarregados do controle de animais predadores
(4) O corpo docente encarregado da disseminação e conservação do conhecimento
(5) A comissão da indústria e do comércio
(6) O colegiado da religião revelada
(7) Os guardiães da saúde e da vida
(8) O conselho planetário de arte e ciência
(9) Os governadores das relações tribais avançadas
(10) A corte suprema de coordenação tribal e de cooperação racial
6. O Reinado do Príncipe
7. A Vida na Dalamátia
8. Os Infortúnios de Caligástia

67. A Rebelião Planetária

1. A Traição de Caligástia
2. O Eclodir da Rebelião
3. Os Sete Anos Cruciais
4. Os Cem de Caligástia Depois da Rebelião
5. Os Resultados Imediatos da Rebelião
6. Van — O Inquebrantável
7. As Repercussões Remotas do Pecado
8. O Herói Humano da Rebelião

68. A Aurora da Civilização

1. A Socialização Protetora
2. Fatores do Progresso Social
3. A Influência Socializante do Medo dos Fantasmas
4. A Evolução dos Costumes
5. As Técnicas da Terra — As Artes da Manutenção
(1) O estágio da colheita
(2) O estágio da caça
(3) O estágio pastoral
(4) O estágio agrícola
6. A Evolução da Cultura
A relação terra-homem

69. As Instituições Humanas Primitivas

1. As Instituições Humanas Fundamentais
(1) Instituições de automanutenção
(2) Instituições de autoperpetuação
(3) Instituições de autogratificação
2. O Alvorecer da Indústria
3. A Especialização do Trabalho
4. O Início do Comércio
5. Os Primórdios do Capital
6. O Fogo em Relação à Civilização
7. A Utilização dos Animais
8. A Escravidão como um Fator de Civilização
9. A Propriedade Privada

70. A Evolução do Governo Humano

1. A Gênese da Guerra
2. O Valor Social da Guerra
O Industrialismo Moderno versus militarismo
3. As Associações Humanas Iniciais
4. Os Clãs e as Tribos
5. O Alvorecer do Governo
6. O Governo Monárquico
7. Clubes Primitivos e Sociedades Secretas
8. As Classes Sociais
9. Os Direitos Humanos
10. A Evolução da Justiça
11. As Leis e as Cortes
12. A Demarcação da Autoridade Civil

71. O Desenvolvimento do Estado

1. O Estado Embrionário
2. A Evolução do Governo Representativo
3. Os Ideais do Estado
4. A Civilização Progressista
5. A Evolução da Competição
6. A Motivação do Lucro
7. A Educação
8. O Carácter Estatal

72. O Governo, Num Planeta Vizinho

1. Uma Nação Continental
2. A Organização Política
3. A Vida do Lar
4. O Sistema Educacional
5. A Organização Industrial
6. O Seguro de Velhice
7. Os Impostos
8. As Escolas Superiores Especiais
9. O Plano do Sufrágio Universal
10. Lidando com o Crime
11. A Prontidão Militar
12. As Outras Nações

73. O Jardim do Éden

A inspeção de Tabamântia
1. Os Noditas e os Amadonitas
2. O Planejamento do Jardim
3. A Localização do Jardim
4. O Estabelecimento do Jardim
5. O Lar do Jardim
6. A Árvore da Vida
7. O Destino do Éden

74. Adão e Eva

1. Adão e Eva em Jerusém
2. A Chegada de Adão e Eva
3. Adão e Eva Aprendem Sobre o Planeta
4. A Primeira Insurreição
5. A Administração de Adão
6. A Vida Familiar de Adão e Eva
7. A Vida no Jardim
8. A Lenda da Criação

75. A Falta de Adão e Eva

1. O Problema de Urântia
2. A Conspiração de Caligástia
3. A Tentação de Eva
4. A Compreensão da Falta
5. As Repercussões da Falta
6. Adão e Eva Deixam o Jardim
7. A Degradação de Adão e Eva
8. A Suposta Queda do Homem

76. O Segundo Jardim

1. Os Edenitas Entram na Mesopotâmia
2. Caim e Abel
3. A Vida na Mesopotâmia
O sacerdócio Setita
4. A Raça Violeta
5. A Morte de Adão e Eva
A Mensagem de Michael
6. A Sobrevivência de Adão e Eva

77. As Criaturas Intermediárias

1. Os Seres Intermediários Primários
2. A Raça Nodita
3. A Torre de Babel
4. Os Centros da Civilização Nodita
5. Adamson e Ratta
6. As Criaturas Intermediárias Secundárias
7. As Criaturas Intermediárias Rebeldes
8. As Criaturas Intermediárias Unidas
9. Os Cidadãos Permanentes de Urântia

78. A Raça Violeta Depois dos Dias de Adão

1. A Distribuição Racial e Cultural
2. Os Adamitas no Segundo Jardim
3. As Primeiras Expansões dos Adamitas
4. Os Anditas
5. As Migrações Anditas
6. As Últimas Dispersões Anditas
7. As Enchentes na Mesopotâmia
A História de Noé
8. Os Sumérios — Os Últimos dos Anditas

79. A Expansão Andita no Oriente

1. Os Anditas do Turquestão
2. A Conquista Andita da Índia
3. A Índia Dravidiana
4. A Invasão Ariana da Índia
5. O Homem Vermelho e o Homem Amarelo
6. O Alvorecer da Civilização Chinesa
7. Os Anditas Entram na China
8. A Civilização Chinesa Posterior

80. A Expansão Andita no Ocidente

1. Os Adamitas Entram na Europa
2. As Mudanças Climáticas e Geológicas
A Enchente da bacia do Mediterrâneo
3. O Homem Azul Cro-magnon
4. As Invasões Anditas na Europa
5. A Conquista Andita do Norte da Europa
6. Os Anditas ao Longo do Nilo
7. Os Anditas das Ilhas do Mediterrâneo
8. Os Andonitas Danubianos
9. As Três Raças Brancas

81. O Desenvolvimento da Civilização Moderna

1. O Berço da Civilização
2. Os Utensílios da Civilização
(1) O domínio do fogo
(2) A domesticação de animais
(3) A escravização dos prisioneiros
(4) A propriedade privada
3. As Cidades, a Manufatura e o Comércio
4. As Raças Miscigenadas
(1) As raças caucasóides
(2) As raças mongolóides
(3) As raças negróides
5. A Sociedade Cultural
O poder e o direito
6. A Manutenção da Civilização
(1) As circunstâncias naturais
(2) Os bens capitais
(3) O conhecimento científico
(4) Os recursos humanos
(5) A eficácia dos recursos materiais
(6) A eficácia do idioma
(7) A eficácia dos equipamentos mecânicos
(8) O caráter da vanguarda que porta o archote
(9) Os ideais raciais
(10) A coordenação dos especialistas
(11) Os mecanismos para encontrar os empregos
(12) A disposição de cooperar
(13) Uma liderança eficiente e sábia
(14) As mudanças sociais
(15) A prevenção do colapso na transição

82. A Evolução do Matrimônio

1. O Instinto do Acasalamento
2. Os Tabus Restritivos
3. Os Costumes do Matrimônio Primitivo
4. O Matrimônio Sob a Prática da Propriedade Privada
5. A Endogamia e a Exogamia
6. As Misturas Raciais

83. A Instituição do Matrimônio

1. O Matrimônio Como uma Instituição da Sociedade
2. A Corte e o Noivado
3. A Compra e o Dote
4. A Cerimônia Nupcial
5. Os Matrimônios Plurais
6. A Verdadeira Monogamia — O Matrimônio de um Casal
7. A Dissolução do Vínculo Matrimonial
8. A Idealização do Matrimônio

84. O Matrimônio e a Vida Familiar

1. As Associações Primitivas dos Casais
2. O Matriarcado Primitivo
3. A Família Sob o Domínio do Pai
4. O Status da Mulher na Sociedade Primitiva
5. A Mulher Sob os Costumes em Desenvolvimento
6. A Parceria do Homem com a Mulher
7. Os Ideais da Vida Familiar
8. Os Perigos da Auto-gratificação

85. As Origens da Adoração

1. A Adoração de Pedras e Montanhas
2. A Adoração de Plantas e Árvores
3. A Adoração de Animais
4. A Adoração dos Elementos
5. A Adoração de Corpos Celestes
6. A Adoração do Homem
7. Os Ajudantes da Adoração e da Sabedoria

86. A Evolução Primitiva da Religião

1. O Acaso: Boa Sorte e Má Sorte
2. A Personificação do Acaso
3. A Morte — O Inexplicável
4. O Conceito de Uma Sobrevivência Após a Morte
5. O Conceito da Alma-fantasma
6. O Meio Ambiente dos Espíritos-fantasmas
7. A Função da Religião Primitiva

87. Os Cultos dos Fantasmas Ou Espectros

1. O Medo dos Fantasmas
2. O Aplacamento dos Fantasmas
3. O Culto dos Ancestrais
4. Espíritos-fantasmas Bons e Maus
5. O Avanço do Culto dos Fantasmas
6. A Coerção e o Exorcismo
7. A Natureza dos Cultos

88. Fetiches, Encantos e Magias

1. A Crença nos Fetiches
2. A Evolução do Fetiche
Imagens e Ídolos
“Livros Sagrados”
3. O Totemismo
4. A Magia
5. Os Amuletos Mágicos
6. A Prática da Magia

89. Pecado, Sacrifício e Expiação

1. O Tabu
2. O Conceito de Pecado
3. Renúncia e Humilhação
O culto da continência
4. As Origens do Sacrifício
5. Sacrifícios e Canibalismo
6. A Evolução do Sacrifício Humano
7. As Modificações do Sacrifício Humano
A prostituição nos templos
8. Redenção e Alianças
9. Sacrifícios e Sacramentos
10. O Perdão do Pecado

90. O Xamanismo — Os Curandeiros e os Sacerdotes

1. Os Primeiros Xamãs — Os Curandeiros
2. As Práticas Xamanistas
3. A Teoria Xamanista da Doença e da Morte
4. A Medicina Por Trás dos Xamãs
5. Os Sacerdotes e os Rituais

91. A Evolução da Prece

1. A Prece Primitiva
2. A Prece em Evolução
A prece em contraposição à magia
3. A Prece e o Alter Ego
4. Orar com Ética
5. As Repercussões Sociais da Prece
6. A Abrangência da Prece
7. O Misticismo, o Êxtase e a Inspiração
8. A Prece Enquanto Experiência Pessoal
9. As Condições para uma Prece Eficiente

92. A Evolução Posterior da Religião

1. A Natureza Evolucionária da Religião
2. A Religião e os Costumes
3. A Natureza da Religião Evolucionária
4. A Dádiva da Revelação
(1) Os Ensinamentos Dalamatianos
(2) As Técnicas Edênicas
(3) O Melquisedeque de Salém
(4) Jesus de Nazaré
(5) Os Documentos de Urântias
5. Os Grandes Líderes Religiosos
6. As Religiões Compostas
Onze Religiões Vivas
7. A Evolução Ulterior da Religião

93. Maquiventa Melquisedeque

1. A Encarnação de Maquiventa
2. O Sábio de Salém
3. Os Ensinamentos de Melquisedeque
4. A Religião de Salém
O credo
Os sete mandamentos
5. A Escolha de Abraão
6. A Aliança de Melquisedeque com Abraão
7. Os Missionários Melquisedeques
8. A Partida de Melquisedeque
9. Após a Partida de Melquisedeque
10. O Status Atual de Maquiventa Melquisedeque

94. Os Ensinamentos de Melquisedeque no Oriente

1. Os Ensinamentos de Salém na Índia Védica
O Rig-Veda
2. O Bramanismo
A Doutrina da reecarnação
3. A Filosofia Brâmane
4. A Religião Hindu
5. A Luta pela Verdade na China
6. Lao-Tsé e Confúcio
7. Gautama Sidarta
8. A Fé Budista
O evangelho de Gautama
Os mandamentos morais
9. A Difusão do Budismo
10. A Religião no Tibete
11. A Filosofia Budista
12. O Conceito de Deus no Budismo

95. Os Ensinamentos de Melquisedeque no Levante

1. A Religião de Salém na Mesopotâmia
2. A Religião Egípcia Primitiva
3. A Evolução dos Conceitos Morais
4. Os Ensinamentos de Amenemope
5. O Notável Iknaton
6. As Doutrinas de Salém no Irã
7. Os Ensinamentos de Salém na Arábia

96. Yavé — O Deus dos Hebreus

1. Os Conceitos da Deidade Entre os Semitas
2. Os Povos Semíticos
3. O Incomparável Moisés
4. A Proclamação de Yavé
5. Os Ensinamentos de Moisés
A Providência Materialista
6. O Conceito de Deus Depois da Morte de Moisés
7. Os Salmos e o Livro de Jó

97. A Evolução do Conceito de Deus Entre os Hebreus

1. Samuel — O Primeiro dos Profetas Hebreus
2. Elias e Elizeu
3. Yavé e Baal
4. Amos e Oséias
5. O Primeiro Isaías
Micas e Abdias
6. Jeremias o Destemido
7. O Segundo Isaías
8. A História Sagrada e a História Profana
9. A História Hebraica
Efraim e Judá
Saul e Davi
Salomão e os impostos
Israel e Judá
A Destruição do Reino de Israel
O Fim do Reinado de Judá
O cativeiro da Babilônia
10. A Religião dos Hebreus

98. Os Ensinamentos de Melquisedeque no Ocidente

1. A Religião de Salém Entre os Gregos
2. O Pensamento Filosófico Grego
3. Os Ensinamentos de Melquisedeque em Roma
4. Os Cultos dos Mistérios
O culto frígio a Cibele e Átis
O culto egípcio a Osiris e Isis
O culto iraniano de Mitras
5. O Culto de Mitras
6. O Mitraísmo e o Cristianismo
7. A Religião Cristã

99. Os Problemas Sociais da Religião

1. A Religião e a Reconstrução Social
2. A Fraqueza da Religião Institucionalizada
3. A Religião e o Religioso
4. As Dificuldades da Transição
5. Os Aspectos Sociais da Religião
6. Religião Institutional
7. A Contribuição da Religião

100. A Religião na Experiência Humana

1. O Crescimento Religioso
2. O Crescimento Espiritual
3. Conceitos de Valor Supremo
4. Os Problemas do Crescimento
5. A Conversão e o Misticismo
6. Os Sinais do Viver Religioso
7. O Apogeu da Vida Religiosa

101. A Verdadeira Natureza da Religião

1. A Verdadeira Religião
2. A Religião como um Fato
3. As Características da Religião
Doze ilustrações da fé espiritual
4. As Limitações da Revelação
5. A Religião Expandida pela Revelação
6. A Experiência Religiosa Progressiva
Sete aspectos da salvação
7. Uma Filosofia Pessoal da Religião
8. Fé e Crença
9. Religião e Moralidade
10. A Religião como Libertadora do Homem

102. Os Fundamentos da Fé Religiosa

1. As Garantias dadas pela Fé
2. Religião e Realidade
3. Conhecimento, Sabedoria e Discernimento Interior
4. O Fato da Experiência
5. A Supremacia do Potencial Pleno de Propósito
6. A Certeza dada pela Fé Religiosa
7. A Convicção Provida pelo Divino
8. As Evidências Dadas Pela Religião

103. A Realidade da Experiência Religiosa

1. A Filosofia da Religião
2. A Religião e o Indivíduo
3. A Religião e a Raça Humana
4. A Comunhão Espiritual
5. A Origem dos Ideais
6. A Coordenação Filosófica
7. Ciência e Religião
8. Filosofia e Religião
9. A Essência da Religião

104. O Crescimento do Conceito da Trindade

1. Os Conceitos Urantianos de Trindade
2. A Unidade da Trindade e a Pluralidade da Deidade
3. Trindades e Triunidades
4. As Sete Triunidades
5. As Triodidades

105. A Deidade e a Realidade

1. O Conceito Filosófico do EU SOU
2. O EU SOU Enquanto Trino e Enquanto Sétuplo
3. Os Sete Absolutos da Infinitude
4. Unidade, Dualidade e Triunidade
5. A Promulgação da Realidade Finita
6. As Repercussões da Realidade Finita
7. A Factualização dos Transcendentais

106. Os Níveis de Realidade no Universo

1. A Associação Primária de Funcionais Finitos
Deus o Sétuplo
2. A Integração Secundária Finita Suprema
O Ser Supremo
3. A Associação Terciária Transcendental da Realidade
A Trindade Última
4. A Integração Quaternária Última
UA Deidade Última
5. A Associação Co-absoluta ou de Quinta Fase
O Absoluto da Trindade
6. A Integração Absoluta ou de Sexta Fase
O cosmo infinito
7. A Finalidade do Destino
8. A Trindade das Trindades
(1) O nível das três Trindades
(2) O nível da Deidade experiencial
(3) O nível do EU SOU
9. A Unificação Existencial Infinita

107. A Origem e a Natureza dos Ajustadores do Pensamento

1. A Origem dos Ajustadores do Pensamento
2. A Classificação dos Ajustadores
3. O Lar dos Ajustadores em Divínington
4. A Natureza e a Presença dos Ajustadores
5. A Mente dos Ajustadores
6. Os Ajustadores Enquanto Espíritos Puros
7. Os Ajustadores e a Personalidade

108. A Missão e o Ministério dos Ajustadores do Pensamento

1. A Seleção e o Compromisso
2. Os Pré-requisitos para o Ajustador Residir
Em Urântia
Em outros mundos
3. A Organização e a Administração
A homenagem de Tabamântia
4. A Relação com Outras Influências Espirituais
5. A Missão do Ajustador
6. Deus no Homem

109. A Relação dos Ajustadores com as Criaturas do Universo

1. O Desenvolvimento dos Ajustadores
2. Os Ajustadores Auto-atuantes
3. A Relação dos Ajustadores com os Tipos Mortais
4. Os Ajustadores e a Personalidade Humana
5. As Oposições Materiais que os Ajustadores Têm ao Residir nos Mortais
6. A Persistência dos Verdadeiros Valores
O Ajustador que Residiu em Jesus
7. O Destino dos Ajustadores Personalizados
Seres omnipessoais

110. A Relação dos Ajustadores com os Indivíduos Mortais

1. Residindo na Mente Mortal
2. Os Ajustadores e a Vontade Humana
3. A Cooperação com o Ajustador
4. O Trabalho dos Ajustadores na Mente
5. Idéias Errôneas Sobre o Guiamento do Ajustador
6. Os Sete Círculos Psíquicos
7. O Alcançar da Imortalidade
O apelo do Ajustador à alma

111. O Ajustador e a Alma

1. A Mente, Arena da Escolha
2. A Natureza da Alma
3. A Alma em Evolução
4. A Vida Interior
5. A Consagração da Escolha
6. O Paradoxo Humano
7. O Problema do Ajustador
A declaração de um Guardião do Destino

112. A Sobrevivência da Personalidade

Quatorze aspectos da personalidade
1. A Personalidade e a Realidade
2. O Eu
3. O Fenômeno da Morte
4. Os Ajustadores após a Morte
5. A Sobrevivência do Eu Humano
6. O Eu Moroncial
7. A Fusão com o Ajustador

113. Os Guardiães Seráficos do Destino

1. Os Anjos Guardiães
2. Os Guardiães do Destino
3. A Relação com as Outras Influências Espirituais
4. Os Domínios da Ação Seráfica
5. A Ministração Seráfica aos Mortais
6. Os Anjos Guardiães depois da Morte
7. Os Serafins e a Carreira Ascendente

114. O Governo Seráfico Planetário

1. A Soberania de Urântia
2. A Junta de Supervisores Planetários
3. O Governador Geral Residente
4. O Observador Altíssimo
As Regências Altíssimas
5. O Governo Planetário
6. Os Serafins Mestres da Supervisão Planetária
(1) Os anjos epocais
(2) Os anjos do progresso
(3) Os guardiães religiosos
(4) Os anjos da vida nacional
(5) Os anjos das raças
(6) Os anjos do futuro
(7) Os anjos do esclarecimento
(8) Os anjos da saúde
(9) Os serafins do lar
(10) Os anjos da indústria
(11) Os anjos das diversões
(12) Os anjos do ministério supra-humano
7. O Corpo de Reserva do Destino

115. O Ser Supremo

1. A Relatividade do Quadro Conceitual
2. A Base Absoluta para a Supremacia
3. O Original, o Factual e o Potencial
4. As Fontes da Realidade Suprema
5. A Relação do Supremo com a Trindade do Paraíso
6. A Relação do Supremo com as Triodidades
7. A Natureza do Supremo

116. O Supremo Todo-Poderoso

1. A Mente Suprema
A mente cósmica
2. O Todo-Poderoso e Deus, o Sétuplo
3. O Todo-Poderoso e a Deidade do Paraíso
4. O Todo-Poderoso e os Criadores Supremos
5. O Todo-Poderoso e os Controladores Sétuplos
O problema do equilíbrio
6. O Predomínio do Espírito
7. O Grande-Universo, um Organismo Vivo

117. Deus, o Supremo

1. A Natureza do Ser Supremo
2. A Fonte do Crescimento Evolucionário
Os filhos trinitarizados pelas criaturas e o crescimento
3. O Significado do Supremo para as Criaturas do Universo
4. O Deus Finito
A moralidade cósmica — o dever supremo
5. A Supra-Alma da Criação
A transcendentalização dos finalitores
As repercussões do crescimento humano
6. A Busca do Supremo
7. O Futuro do Supremo

118. O Supremo e o Último — o Tempo e o Espaço

1. Tempo e Eternidade
Unidades de tempo (subjetivas) experienciais
2. Onipresença e Ubiqüidade
3. As Relações de Tempo e Espaço
A verdade e o fato
O espaço e o modelo
4. Causação Primária e Secundária
5. Onipotência e Compossibilidade
6. Onipotência e Onificência
7. A Onisciência e a Predestinação
8. Controle e Supracontrole
O tempo, governador do progresso
9. Os Mecanismos do Universo
10. As Funções da Providência

119. As Auto-outorgas de Cristo Michael

1. A Primeira Auto-outorga
2. A Segunda Auto-outorga
3. A Terceira Auto-outorga
4. A Quarta Auto-outorga
5. A Quinta Auto-outorga
6. A Sexta Auto-outorga
7. A Sétima Auto-outorga, a Final
8. O Status de Michael Pós-outorgado

 


 

PARTE IV.
A Vida e os Ensinamentos de Jesus


120. A Auto-outorga de Michael em Urântia

1. A Sétima Missão de Auto-outorga
2. As Limitações da Auto-outorga
3. Conselhos e Exortações Adicionais
4. A Encarnação — de Dois, Fazer Um

121. A Época da Auto-Outorga de Michael

1. O Ocidente, no Primeiro Século depois de Cristo
2. O Povo Judeu
3. Entre os Gentios
4. A Filosofia dos Gentios
(1) Os Epicurianos
(2) Os Estóicos
(3) Os Cínicos
(4) Os Céticos
5. As Religiões dos Gentios
As religiões dos mistérios
6. A Religião dos Hebreus
7. Judeus e Gentios
8. Os Registros Escritos Anteriores
(1) O Evangelho de Marcos
(2) O Evangelho de Mateus
(3) O Evangelho de Lucas
(4) O Evangelho de João
Esclarecimentos

122. O Nascimento e a Infância de Jesus

1. José e Maria
2. Gabriel Aparece para Isabel
3. O Anúncio de Gabriel Feito a Maria
4. O Sonho de José
A “casa de Davi”
5. Os Pais Terrenos de Jesus
6. O Lar em Nazaré
7. A Viagem a Belém
8. O Nascimento de Jesus
A lenda dos pastores
Os três sacerdotes de Ur
A “Estrela de Belém”
9. A Apresentação no Templo
10. Herodes Age
A fuga para o Egito

123. A Primeira Infância de Jesus

A Permanência no Egito
1. De Volta a Nazaré
Jesus aos Quatro anos
2. O Quinto Ano (2 a.C.)
A educação das crianças
3. Os Acontecimentos do Sexto Ano (1 a.C.)
4. O Sétimo Ano (1 d.C.)
Acidentes materiais
5. Os Dias de Escola em Nazaré
6. O Seu Oitavo Ano (2 d.C.)

124. A Segunda Infância de Jesus

1. O Nono Ano de Jesus (3 d.C.)
O desenho no chão
O clima na Galiléia
2. O Décimo Ano (4 d.C.)
Jacó o Filho do pedreiro
3. O Décimo Primeiro Ano (5 d.C.)
O episódio de Sitópolis
4. O Décimo Segundo Ano (6 d.C.)
A moralidade pessoal e a lealdade grupal
5. O Seu Décimo Terceiro Ano (7 d.C.)
6. A Viagem a Jerusalém
Maria, Marta e Lázaro

125. Jesus em Jerusalém

1. Jesus Visita o Templo
2. Jesus e a Páscoa
3. A Partida de José e Maria
4. O Primeiro e o Segundo Dias no Templo
5. O Terceiro Dia no Templo
6. O Quarto Dia no Templo

126. Os Dois Anos Cruciais

1. O Seu Décimo Quarto Ano (8 d.C.)
2. A Morte de José
3. O Décimo Quinto Ano (9 d.C.)
A Origem da “Oração do Pai”
O “Filho do Homem”
Quem é o Messias?
4. O Primeiro Sermão na Sinagoga
5. A Luta Financeira

127. Os Anos da Adolescência

1. O Décimo Sexto Ano (10 d.C.)
2. O Décimo Sétimo Ano (11 d.C.)
O episódio dos zelotes
3. O Décimo Oitavo Ano (12 d.C.)
Com Tiago na Páscoa
A visita de Elisabete e João
A morte de Amós
4. O Décimo Nono Ano (13 d.C.)
A educação das crianças
5. Rebeca, a Filha de Ezdras
6. O Seu Vigésimo Ano (14 d.C.)
A visita da Páscoa em Jerusalém

128. O Início da Vida Adulta de Jesus

1. O Vigésimo Primeiro Ano (15 d.C.)
A consciência crescente da divindade
Com José durante a Páscoa
2. O Vigésimo Segundo Ano (16 d.C.)
Como ferreiro em Séforis
3. O Vigésimo Terceiro Ano (17 d.C.)
Com Simão durante a Páscoa
Jesus conhece Estevão
4. O Episódio de Damasco
5. O Vigésimo Quarto Ano (18 d.C.)
A proposta de ir para Alexandria
6. O Vigésimo Quinto Ano (19 d.C.)
Com Judá na Páscoar
“Tio Josué nos conta uma história”
7. O Vigésimo Sexto Ano (20 d.C.)
O casamento de Tiago
O casamento de Míriam
Tiago à frente da família de José

129. A Vida Adulta de Jesus

1. O Vigésimo Sétimo Ano (21 d.C.)
Zebedeu de Cafarnaum
Jesus o construtor de barcos
2. O Vigésimo Oitavo Ano (22 d.C.)
Jesus visita Jerusalém
O encontro com Gonod e Ganid
3. O Vigésimo Nono Ano (23 d.C.)
O propósito da viagem a Roma
4. O Jesus Humano

130. A Caminho de Roma

1. Em Jopa — O Discurso sobre Jonas
A discussão sobre o bem e o mal
2. Em Cesaréia
O mercador da Mongólia
O trabalhador grego e o centurião romano
A vontade de Deus e a vontade do homem
3. Em Alexandria
4. O Discurso sobre a Realidade
5. Na Ilha de Creta
6. O Jovem que Tinha Medo
7. Em Cartago — O Discurso sobre o Tempo e o Espaço
8. A Caminho de Nápoles e Roma
Esdras, o judeu desencaminhado

131. As Religiões do Mundo

1. O Cinismo
2. O Judaísmo
3. O Budismo
4. O Hinduísmo
5. O Zoroastrismo
6. O Suduanismo (Jainismo)
7. O Xintoísmo
8. O Taoísmo
9. O Confucionismo
10. “A Nossa Religião”

132. A Permanência em Roma

A Influência sobre os trinta e dois líderes
1. Os Verdadeiros Valores
2. O Bem e o Mal
3. A Verdade e a Fé
4. A Ministração Pessoal
Ao senador romano
Ao soldado romano
Ao orador do fórum
Ao homem pobre, acusado falsamente
5. Aconselhando o Homem Rico
6. A Ministração Social
7. Viagens para fora de Roma
O pagão impensado
“Tu e eu, façamos uma nova religião.”

133. O Retorno de Roma

O sistema de castas na Índia
1. A Misericórdia e a Justiça
2. Embarcando para Tarento
O homem que maltratava a sua mulherdow
3. Em Corinto
Crispo, o sumo-sacerdote da sinagoga
Justo, o mercador
As duas mulheres públicas
4. O Trabalho Pessoal em Corinto
Para o moleiro
Para o centurião romano
Para o Lider Mitráico
Para o instrutor Epicuriano
Para o empreiteiro grego
Para o juiz romano
Para a propietária da estalagem grega
Para o mercador chinês
Para o viajante da Bretanha
Para o garoto em fuga
Para o criminoso condenado
5. Em Atenas — O Discurso sobre a Ciência
6. Em Éfeso — O Discurso sobre a Alma
7. A Permanência em Chipre — O Discurso sobre a Mente
8. Em Antióquia
9. Na Mesopotâmia

134. Os Anos de Transição

1. O Trigésimo Ano (24 d.C.)
O retorno a Nazaré
O casamento de Simão; o casamento de Judá
2. A Viagem da Caravana ao Mar Cáspio
3. Os Ensinamentos na Úrmia
4. Soberania Divina e Soberania Humana
5. A Soberania Política
6. Lei, Liberdade e Soberania
7. O Trigésimo Primeiro Ano (25 d.C.)
Peregrinações solitárias
8. A Permanência no Monte Hermom
O Fim da Rebelião de Lúcifer
A soberania de Nebadon
9. O Tempo de Espera
A visita junto com João a Jerusalém
Trabalhando na oficina de barcos de Zebedeu

135. João Batista

1. João Torna-se um Nazarita
2. A Morte de Zacarias
3. A Vida de um Pastor
4. A Morte de Isabel
5. O Reino de Deus
6. João Começa a Pregar
7. A Jornada de João para o Norte
8. O Encontro de Jesus e João
O Batismo de Jesus
9. Os Quarenta Dias de Pregação
10. João Viaja para o Sul
11. João na Prisão
12. A Morte de João Batista

136. O Batismo e os Quarenta Dias

1. Os Conceitos do Messias Esperado
2. O Batismo de Jesus
3. Os Quarenta Dias
A conferência com Gabriel
A soberania completa do universo
4. Os Planos para o Trabalho Público
À maneira do Pai
5. A Primeira Grande Decisão
O Ajustador Personalizado no comando
A insensibilidade do Ajustador para o tempo
6. A Segunda Decisão
A trajetória da existência terrena normal
7. A Terceira Decisão
A obediência à lei natural
8. A Quarta Decisão
A recusa de fazer concessões ao mal
9. A Quinta Decisão
A rejeição pelo trono de Davi
10. A Sexta Decisão
“Submeter-me-ei à vontade do meu Pai.”

137. O Tempo de Espera na Galiléia

1. A Escolha dos Quatro Primeiros Apóstolos
André e Pedro
Tiago e João
2. A Escolha de Filipe e Natanael
3. A Visita a Cafarnaum
4. O Matrimônio de Caná
5. De Volta a Cafarnaum
6. Os Acontecimentos de um Dia de Sabat
7. Os Quatro Meses de Aprendizado
8. O Sermão sobre o Reino

138. A Formação Dos Mensageiros do Reino

1. As Instruções Finais
2. Escolhendo os Seis
3. O Chamado de Mateus e Simão
Não o justo, mas os pecadores
4. O Chamado dos Gêmeos
5. O Chamado de Tomé e Judas
6. A Semana de Lições Intensivas
7. Uma Nova Desilusão
8. O Primeiro Trabalho dos Doze
9. Cinco Meses de Provas
10. A Organização dos Doze

139. Os Doze Apóstolos

1. André, o Primeiro Escolhido
2. Simão Pedro
3. Tiago Zebedeu
4. João Zebedeu
5. Filipe, o Curioso
6. O Honesto Natanael
7. Mateus Levi
8. Tomé Dídimo
9. e 10. Tiago e Judas Alfeu
11. Simão, o Zelote
12. Judas Iscariotes

140. A Ordenação dos Doze

1. A Instrução Preliminar
2. A Ordenação
3. O Sermão da Ordenação
O “Sermão da Montanha”
4. Vós Sois o Sal da Terra
5. O Amor Paterno e o Amor Fraterno
Felizes são os pobres em espírito — os humildes...
Felizes são aqueles que têm fome e sede de retidão...
Felizes são os mansos...
Felizes são os puros de coração...
Felizes são os que pranteiam...
Felizes são os misericordiosos...
Felizes são os pacificadores...
Felizes daqueles que forem perseguidos...
6. A Noite da Ordenação
“Eu vejo além do ato...”
A respeito do divórcio
A Justiça e a misericórdia
“Eles estão bem — não os incomode.”
7. A Semana Seguinte à da Ordenação
8. Quinta Feira à Tarde no Lago
(1) Fazendo a vontade do Pai
(2) A atitude política
(3) A atitude social
(4) A atitude econômica
(5) A religião pessoal
9. O Dia da Consagração
10. A Noite após a Consagração

141. Começando o Trabalho Público

1. Deixando a Galiléia
2. A Lei de Deus e a Vontade do Pai
3. A Permanência em Amatos
A personalidade de Jesus
A aparência de Jesus
4. Ensinando sobre o Pai
A ministração aos doentes
5. A Unidade Espiritual
6. A Última Semana em Amatos
Teherma, o persa
7. Em Betânia, Além do Jordão
Ensinando sobre o Reino
A Salvação pela fé; a liberdade por meio da verdade
8. Trabalhando em Jericó
9. Partindo para Jerusalém

142. A Páscoa em Jerusalém

A Visita a Annas
1. Ensinando no Templo
2. A Ira de Deus
Jacó de Creta
3. O Conceito de Deus
Seis conceitos hebreus de Deus
Os seis mandamentos iniciais
4. Flávio e a Cultura Grega
5. O Discurso sobre a Convicção
6. A Conversa com Nicodemos
7. A Lição sobre a Família
8. No Sul da Judéia
O acampamento do Parque do Getsêmane

143. Atravessando a Samaria

1. Pregando em Arquelais
“Eles fizeram luz com a nossa mensagem.”
“Acaso pareceis fracos?”
2. A Lição da Mestria sobre Si Próprio
3. A Diversão e o Descanso
Três dias no monte Sartaba
4. Os Judeus e os Samaritanos
5. A Mulher de Sichar
6. O Renascimento Samaritano
No acampamento no Monte Gerizim
7. Os Ensinamentos sobre a Prece e Adoração

144. Em Gilboa e na Decápolis

1. O Acampamento de Gilboa
2. O Discurso sobre a Prece
3. A Prece Daquele que Crê
4. Mais sobre a Prece
5. Outras Formas de Prece
Sete preces de outros mundos
6. A Conferência com os Apóstolos de João
7. Nas Cidades da Decápolis
8. No Acampamento perto de Pela
“...diga a João que ele não foi esquecido.”
9. A Morte de João Batista

145. Os Quatro Memoráveis Dias em Cafarnaum

A Conversa com Rute
1. O Lanço com a Rede Repleta de Peixes
2. À Tarde na Sinagoga
A religião é uma experiência pessoal
O Jovem epiléptico
A sogra de Pedro
3. A Cura ao Entardecer
4. A Noite Seguinte
5. No Domingo Bem Cedo

146. A Primeira Campanha de Pregação na Galiléia

1. Pregando em Rimon
2. Em Jotapata
A prece, a ação de graças e a adoração
A justiça e a misericórdia
A prece e o esforço pessoal
Orar com ética
3. A Parada em Ramá
Religião, ciência e filosofia
A afirmação da verdade
A visita a Zebulom
4. O Evangelho em Irom
O trabalho com as minas
Curando o leproso
5. De volta a Caná
Tito, o nobre
6. Naim e o Filho da Viúva
7. Em En-dor

147. O Interlúdio da Visita a Jerusalém

1. O Servo do Centurião
2. A Viagem a Jerusalém
A separação dos apóstolos de João
3. Na Piscina de Betsaída
4. A Regra de Viver
A pergunta de Natanael sobre a regra de ouro
5. A Visita a Simão, o Fariseu
A parábola do homem que emprestava dinheiro
O status e o progresso
6. Retornando a Cafarnaum
Os seis espiões
“O sábado foi feito para o homem...”
7. Em Cafarnaum
8. A Festa da Bondade Espiritual

148. Preparando os Evangelistas em Betsaída

1. Uma Nova Escola para Profetas
2. O Hospital de Betsaída
3. Os Assuntos do Pai
4. O Mal, o Pecado e a Iniqüidade
5. O Propósito da Aflição
6. O Mal Entendido do Sofrimento — O Discurso sobre Jó
7. O Homem da Mão Deformada
8. A Última Semana em Betsaída
Kirmet de Bagdá
9. Curando os Paralíticos
O batismo de três dos espiões

149. A Segunda Campanha de Pregação

A organização da inteligência de Davi
1. O Renome de Jesus
The healing phenomena
2. A Atitude do Povo
Dois erros da cristandade primitiva
O renome de Jesus como curador
O seu reconhecimento da igualdade das mulheres
O encanto da Sua Personalidade
3. A Hostilidade dos Líderes Religiosos
4. O Desenrolar da Campanha de Pregação
Comentários sobre a raiva
A respeito dos caráteres bem equilibrados
5. A Lição sobre o Contentamento
6. O “Temor do Senhor”
7. Retornando a Betsaída

150. A Terceira Campanha de Pregação

1. O Corpo Evangélico das Mulheres
2. A Parada em Magdala
3. O Sábado em Tiberíades
Discurso sobre “Magia e Superstição”
4. Enviando os Apóstolos, Dois a Dois
5. O Que Devo Fazer para me Salvar?
6. As Lições da Noite
7. A Permanência em Nazaré
8. O Serviço do Sábado
9. A Rejeição de Nazaré

151. Os Ensinamentos e a Permanência à Beira-Mar

1. A Parábola do Semeador
2. A Interpretação da Parábola
3. Mais a Respeito das Parábolas
4. Mais Parábolas à Beira-Mar
5. A Visita a Queresa
A Tempestade no lago
6. O Lunático de Queresa

152. Os Acontecimentos que Levaram à Crise de Cafarnaum

Verônica de Cesaréia-Filipe
1. Na Casa de Jairo
2. Alimentando os Cinco Mil
3. O Episódio da sua Coroação como Rei
4. A Visão Noturna de Simão Pedro
5. De Volta a Betsaída
6. Em Genesaré
Mais a respeito da parábola do semeador
7. Em Jerusalém

153. A Crise em Cafarnaum

1. A Preparação do Cenário
2. O Sermão que Marcou uma Época
“Eu sou o Pão da vida.”
3. Após a Reunião
4. Últimas Palavras na Sinagoga
O rapaz possuído pelo espírito mau
“Como pode Satã expulsar Satã?”
5. Na Noite de Sábado
A deserção dos seguidores indecisos

154. Os Últimos Dias em Cafarnaum

1. Uma Semana de Recomendações
2. Uma Semana de Descanso
Fechando as sinagogas
3. A Segunda Conferência em Tiberíades
4. Sábado à Noite em Cafarnaum
“O que faremos com Jesus?”
5. A Acidentada Manhã de Domingo
6. Chega a Família de Jesus
7. A Fuga Apressada

155. A Escapada Pelo Norte da Galiléia

1. Por Que os Pagãos se Enfurecem?
2. Os Evangelistas em Corazim
3. Em Cesaréia-Filipe
A verdade e o credo
A origem das tradições religiosas
4. A Caminho da Fenícia
5. O Discurso sobre a Verdadeira Religião
6. O Segundo Discurso sobre a Religião

156. A Estada em Tiro e Sidom

1. A Mulher Síria
2. Ensinando em Sídom
“Este mundo é apenas uma ponte...”
3. A Jornada Costa Acima
4. Em Tiro
5. O Ensinamento de Jesus em Tiro
A Parábola do carpinteiro tolo
A tentação e a natureza humana
O essencial para o sucesso material
O viver espiritual e o auto-respeito
Ideais e idéias
Tato, encanto e sabedoria
6. O Regresso da Fenícia
A atitude dos líderes judeus

157. Em Cesaréia-Filipe

Jesus faz uma tentativa de ver a sua família
1. O Coletor de Impostos do Templo
“O peixe com um dinheiro na boca.”
2. Em Betsáida-Júlias
3. A Confissão de Pedro
“Quem os homens dizem que sou?”
4. A Palestra sobre o Reino
5. O Novo Conceito
6. Na Tarde Seguinte
Os quatro estágios da vida de Jesus
Os pronunciamentos ousados de uma nova autoridade
7. As Palavras de André

158. O Monte da Transfiguração

1. A Transfiguração
2. Descendo a Montanha
3. O Significado da Transfiguração
4. O Jovem Epilético
Tiago de Safed
5. Jesus Cura o Jovem
“Jesus eu acredito...ajude a minha descrença.”
6. No Jardim de Celsus
7. O Protesto de Pedro
8. Na Casa de Pedro

159. A Campanha na Decápolis

1. O Sermão sobre o Perdão
“Quantas vezes o meu irmão pecará contra mim?”
A parábola do ajuste de contas com os servidores
Os perigos do Julgamento pessoal
2. O Estranho Pregador
3. O Ensinamento para os Instrutores e para os Crentes
4. A Conversa com Natanael
“Qual a verdade sobre as escrituras?”
5. A Natureza Positiva da Religião de Jesus
“...carregue o peso pela segunda milha.”
6. O Retorno a Magadam

160. Rodam de Alexandria

1. A Filosofia Grega de Rodam
Os três impulsos na vida
A solução dos problemas e a meditação da Adoração
O preconceito e o reconhecimento da verdade
2. A Arte de Viver
O valor socializador da amizade
O grande valor do casamento
3. Os Anseios da Maturidade
4. O Equilíbrio da Maturidade
O essencial na vida temporal
Os fatores do sucesso material
O significado do fracasso
5. A Religião do Ideal
O que é religião?
A idéia de Deus e o ideal de Deus
O Pai é o valor final
“Mas será que estamos dispostos a pagar o preço...?”

161. Novas Discussões com Rodam

1. A Personalidade de Deus
Os cinco passos segundo Natanael
2. A Natureza Divina de Jesus
Os discursos de Natanael e Tomé
3. A Mente Humana e a Mente Divina de Jesus
A visão segundo os seres intermediários

162. Na Festa de Tabernáculos

“Mestre,faça o fogo vir do céu...”
1. Os Perigos da Visita a Jerusalém
2. A Primeira Palestra no Templo
Eber o funcionário do sinédrio
3. A Mulher Surpreendida em Adultério
4. A Festa de Tabernáculos
5. O Sermão sobre a Luz do Mundo
6. O Discurso sobre a Água da Vida
7. O Discurso sobre a Liberdade Espiritual
8. A Conversa com Marta e Maria
9. Em Belém com Abner

163. A Ordenação dos Setenta em Magadam

1. A Ordenação dos Setenta
A colheita é farta mas os trabalhadores são poucos
2. O Jovem Rico e Outros
Os ricos e o amor pela riqueza
3. A Discussão sobre a Riqueza
A parábola dos trabalhadores na vinha
4. A Despedida dos Setenta
As instruções de Jesus
O sermão da ordenação de Pedro
5. Transferindo o Acampamento para Pela
6. O Retorno dos Setenta
7. A Preparação para a Última Missão

164. Na Festa da Dedicação

1. A História do Bom Samaritano
2. Em Jerusalém
3. Curando o Mendigo Cego
4. Josias Diante do Sinédrio
5. Ensinando Sob o Pórtico de Salomão

165. A Missão na Peréia Tem Início

1. No Acampamento em Pela
2. O Sermão sobre o Bom Pastor
3. O Sermão de Sábado em Pela
“Cuidado com o levedo dos fariseus...”
“...até os cabelos da vossa cabeça estão contados”
4. A Partilha da Herança
A parábola do tolo homem rico
“Onde está o vosso tesouro lá também estará o vosso coração.”
“De que servirá se ganhares o mundo inteiro...?”
5. Conversas com os Apóstolos sobre a Riqueza
“Considerai os lírios, como crescem...”
6. A Resposta à Pergunta de Pedro

166. A Última Visita ao Norte da Pereia

1. Os Fariseus em Ragaba
O cerimonial de lavar as mãos
2. Os Dez Leprosos
3. O Sermão de Gerasa
O caminho reto estreito
Muitos dos que estão entre os primeiros serão os últimos
“Eu permaneço diante da porta e bato...”
4. Ensinando sobre os Acidentes
5. A Congregação na Filadélfia
A ministração e a morte posterior de Abner

167. A Visita à Filadélfia

1. Desjejum com os Fariseus
Curando o crente
“...não vos assenteis no assento principal...”
2. A Parábola da Grande Ceia
3. A Mulher de Espírito Enfermo
4. A Mensagem de Betânia
5. A Caminho de Betânia
O fariseu e o publicano
Ensinando sobre o Casamento
6. Abençoando as Criancinhas
A beleza como uma influência para a adoração
7. A Conversa sobre os Anjos

168. A Ressurreição de Lázaro

“Eu sou a Ressurreição e a Vida...”
1. No Túmulo de Lázaro
2. A Ressurreição de Lázaro
3. A Reunião do Sinédrio
“É preferível que um homem morra...”
4. A Resposta à Prece
5. O que Sucedeu a Lázaro

169. O Último Ensinamento em Pela

As acusações do sinédrio contra Jesus
1. A Parábola do Filho Perdido
2. A Parábola do Administrador Sagaz
3. O Homem Rico e o Mendigo
4. O Pai e Seu Reino
Jesus viveu uma revelação de Deus
Eloim e Yavé

170. O Reino do Céu

1. Os Conceitos do Reino do Céu
2. O Conceito de Jesus sobre o Reino
Pecado e perdão
3. Em Relação à Retidão
4. Os Ensinamentos de Jesus sobre o Reino
5. As Idéias Posteriores sobre o Reino
A fraternidade social e a fraternidade espiritual
Um outro João Batista e maior
A Cristandade e o evangelho de Jesus

171. A Caminho de Jerusalém

“...prometa-me que esses filhos meus terão a honra...”
1. Partindo de Pela
A Vida Posterior de Davi Zebedeu
A Antióquia e A Filadélfia
2. Sobre a Avaliação do Custo
3. A Campanha Pereiana
O Adeus a Abner
4. Ensinamento em Lívias
Pedro, Simão e as cem espadas
O aviso sobre os fariseus amigáveis
5. O Cego de Jericó
6. A Visita a Zaqueu
7. “Enquanto Jesus Passava”
8. A Parábola das Minas
A interpretação que Natanael fez da Parábola

172. A Entrada em Jerusalém

1. O Sábado em Betânia
Maria unge os pés de Jesus
Jesus repreende Judas
2. No Domingo de Manhã com os Apóstolos
3. A Partida para Jerusalém
4. A Visita ao Templo
A moedinha da viúva
5. A Atitude dos Apóstolos

173. A Segunda-Feira en Jerusalém

1. A Purificação do Templo
2. Desafiando a Autoridade do Mestre
“O Batismo de João, de que autoridade ele procedeu?”
3. Parábola dos Dois Filhos
4. Parábola do Proprietário Ausente
A pedra que os construtores rejeitaram
5. Parábola da Festa de Casamento
“Destruam esse templo e ...eu o reconstruirei.”

174. Terça-Feira de Manhã no Templo

As saudações individuais aos doze
1. O Perdão Divino
2. Perguntas dos Dirigentes Judeus
É da lei que se dê o tributo a César?
3. Os Saduceus e a Ressurreição
4. O Grande Mandamento
O Libertador, de quem ele é filho?
5. Os Gregos Indagadores
“...a menos que um grão de trigo caia...”
“...se eu me elevar ... nas vossa vidas...”

175. O Último Discurso no Templo

1. O Discurso
“Geração pós geração nós enviamos os nossos profetas...”
“...aquele que quiser ser o maior entre vós...”
“Ai de vós, escribas e fariseus, hipócritas!”
“...vós...que limpais o lado externo da taça...”
“E agora eu vos deixo.”
2. A Condição Individual dos Judeus
3. A Fatídica Reunião do Sinédrio
4. A Situação em Jerusalém
A decisão final de Judas

176. Terça-Feira à Noite no Monte das Oliveiras

1. A Destruição de Jerusalém
2. A Segunda Vinda do Mestre
Por conta do Evangelho de Mateus
3. A Conversa Posterior no Campo
A parábola dos talentos
“Continuem até que eu venha.”
Comentários sobre o crescimento da verdade viva
4. O Retorno de Michael

177. Quarta-Feira, O Dia de Descanso

1. Um Dia a Sós com Deus
João Marcos e a cesta de lanche
2. A Infância no Lar
3. O Dia no Acampamento
4. Judas e os Sacerdotes Principais
5. A Última Hora de Reunião Social
Cuidado com o apoio da multidão

178. O Último Dia no Acampamento

1. Discurso sobre Filiação e Cidadania
Aprender a ser fiel mesmo na prosperidade
Não tentai os anjos que vos supervisionam...
2. Após a Refeição do Meio-dia
Davi alivia a Judas da “bolsa”
Os arranjos para a Última Ceia
3. A Caminho da Ceia

179. A Última Ceia

1. O Desejo de Ter Preferência
2. Começando a Ceia
3. Lavando os Pés dos Apóstolos
4. Últimas Palavras ao Traidor
5. Instituindo a Ceia da Lembrança

180. O Discurso de Despedida

1. O Novo Mandamento
“...amai-vos uns aos outros como eu vos amei.”
2. A Vinha e os Ramos
3. A Inimizade do Mundo
“Não deixai os vossos corações se perturbarem.”
“Mestre, mostre-nos o Pai...”
4. O Ajudante Prometido
5. O Espírito da Verdade
Comentários sobre a regra de ouro
6. A Necessidade de Partir

181. Exortações e Conselhos Finais

1. As Últimas Palavras de Conforto
“Eu dou a cada um de vós tudo o que podeis receber.”
“Que os vossos corações não se deixem perturbar.”
2. Exortações Pessoais de Despedida

182. No Getsêmane

1. A Última Prece do Grupo
A ampliação feita por Jesus da revelação do nome de Deus
2. A Última Hora antes da Traição
Despachando o corredor até Abner
O Adeus de Davi Zebedeu
3. A Sós no Getsêmane
O espírito está disposto mas a carne é fraca

183. A Traição a Jesus e a Sua Prisão

1. A Vontade do Pai
2. Judas na Cidade
3. A Prisão do Mestre
4. A Discussão na Prensa de Olivas
5. A Caminho do Palácio do Sumo Sacerdote

184. Perante o Tribunal do Sinédrio

1. O Interrogatório de Anás
2. Pedro no Pátio
3. Perante o Tribunal dos Sinedristas
4. A Hora da Humilhação
Uma nova revelação do homem para Deus
5. A Segunda Reunião do Tribunal

185. O Julgamento Diante de Pilatos

1. Pôncio Pilatos
2. Jesus Apresenta-se diante de Pilatos
As acusações escritas do tribunal sinedrista
3. O Interrogatório Privado Feito por Pilatos
4. Jesus diante de Herodes
5. Jesus de Volta diante de Pilatos
6. O Último Apelo de Pilatos
O açoitamento de Jesus
“Eis o homem!”
7. A Última Entrevista com Pilatos
8. A Trágica Capitulação de Pilatos

186. Pouco Antes da Crucificação

A família de Jesus na Betânia
1. O Fim de Judas Iscariotes
As trinta peças de prata
2. A Atitude do Mestre
“Pilatos em Juízo perante Jesus.”
“Eis Deus e eis o homem!”
3. A Alta Confiabilidade de Davi Zebedeu
4. A Preparação para a Crucificação
5. A Morte de Jesus em Relação à Páscoa

187. A Crucificação

1. A Caminho do Gólgota
“Filhas de Jerusalém, não choreis por mim...”
Simão de Cirene
2. A Crucificação
3. Os que Viram a Crucificação
4. O Ladrão na Cruz
Jesus encarrega João
5. A Última Hora na Cruz
6. Após a Crucificação

188. O Período Dentro da Tumba

José e Nicodemos diante de Pilatos
1. O Sepultamento de Jesus
2. Guardando a Tumba
3. Durante o Sábado
O que Jesus colocou nas mãos do Pai?
status da personalidade de Jesus
4. O Significado da Morte na Cruz
5. As Lições da Cruz

189. A Ressurreição

1. O Trânsito Moroncial
2. O Corpo Material de Jesus
3. A Ressurreição Dispensacional
A partida do Ajustador Personalizado
4. A Descoberta da Tumba Vazia
As cinco mulheres
Jesus aparece para Maria Madalena
5. Pedro e João na Tumba
A segunda aparição para Maria Madalena

190. As Aparições Moronciais de Jesus

1. Os Arautos da Ressurreição
2. As Aparições de Jesus em Betânia
A aparição para o seu irmão Tiago
A aparição para a sua família terrena
3. Na Casa de José
4. Aparição aos Gregos
5. A Caminhada com os Dois Irmãos

191. As Aparições aos Apóstolos e aos Outros Líderes

Reações individuais dos apóstolos
1. A Aparição a Pedro
2. A Primeira Aparição aos Apóstolos
3. Com as Criaturas Moronciais
Estágios da progressão moroncial
4. A Décima Aparição (Na Filadélfia)
5. A Segunda Aparição aos Apóstolos
“Abençoados são aqueles que nos tempos que virão...”
6. As Aparições em Alexandria

192. Aparições na Galiléia

1. A Aparição junto ao Lago
“Rapazes, vocês pescaram alguma coisa?”
2. Conversando com os Apóstolos Dois a Dois
3. No Monte da Ordenação
4. A Reunião à Beira do Lago

193. Últimas Aparições e Ascensão

A décima sexta aparição (no jardim de Nicodemos)
1. A Aparição em Sichar
2. A Aparição na Fenícia
3. A Última Aparição em Jerusalém
4. As Causas da Queda de Judas
5. A Ascensão do Mestre
6. Pedro Convoca uma Reunião

194. O Outorgamento do Espírito da Verdade

O novo evangelho sobre Jesus
1. O Sermão de Pentecostes
2. O Significado de Pentecostes
A missão do Espírito da Verdade
O dom tríplice espiritual do homem
As sete influências espirituais mais elevadas
3. O que Ocorreu em Pentecostes
4. Os Primórdios da Igreja Cristã

195. Depois de Pentecostes

As razões para o Triunfo do Cristianismo no Ocidente
As concessões do Cristianismo Primitivo
1. A Influência dos Gregos
2. A Influência Romana
3. Sob o Império Romano
4. A Idade das Trevas na Europa
5. Os Problemas Modernos
6. O Materialismo
7. A Vulnerabilidade do Materialismo
8. O Totalitarismo Secular
9. O Problema do Cristianismo
10. O Futuro

196. A Fé de Jesus

A fé viva de Jesus em Deus
“Primeiro buscai o Reino do céu.”
“Porque me chamais de bom?”
O que a prece significava para Jesus
A fé infantil de Jesus em Deus
1. Jesus — O Homem
2. A Religião de Jesus
A religião sobre Jesus
A religião como uma experiência pessoal
3. A Supremacia da Religião
Fato, idéia e Relação
Razão, Sabedoria e Fé
Coisa, Significado e Valor
A menos que um amor divino vivesse no homem...
Moralidade e Religião
O Pai é amor vivo...

Foundation Info

Versão para impressãoVersão para impressão

Urantia Foundation, 533 W. Diversey Parkway, Chicago, IL 60614, USA
Tel: +1-773-525-3319; Fax: +1-773-525-7739
© Urantia Foundation. All rights reserved