Um Ensaio em Busca da Verdade

Versão para impressãoVersão para impressão
Nancy Votrain

Por Nancy Votrain, Oregon, Estados Unidos

Nota do editor: Nancy Votrain e seu marido, Douglas Parker, são residentes de longa data de Corvallis, Oregon e estudam o The Urantia Book há mais de 45 anos. Este artigo foi publicado originalmente na coluna semanal “Interfaith Focus” no Corvallis Gazette-Times. Ficamos tão impressionados com o retrato de Nancy do livro que queríamos compartilhá-lo com todos vocês.

Embora a religião seja uma questão de experiência pessoal, podemos derivar muito de nos familiarizarmos com muitos caminhos religiosos e espirituais. Todas as fés contêm a verdade, e nos beneficiamos do estudo e assimilação dessas verdades.

Quando criança, comecei um relacionamento pessoal com um Deus amoroso que era palpável para mim. No entanto, eu tinha muitas perguntas e ansiava por saber mais sobre todas as coisas divinas. No início dos meus 20 anos, encontrei O Livro de Urântia, um guia espiritual para navegar na vida, unificado pela ciência, religião e filosofia, enraizado na história, esclarecido pelos fatos e iluminado pela sabedoria espiritual.

Embora o próprio Livro de Urântia não seja uma religião, ele define a religião verdadeira como uma questão de experiência espiritual pessoal. Cada um de nós está pessoal e intimamente em um relacionamento experiencial e autêntico com nosso próprio fragmento individual da Fonte de Todos. Mas, como somos todos únicos, é inevitável que dois seres humanos não possam interpretar as orientações do espírito divino exatamente da mesma maneira.

A presença divina que habita dá origem ao nosso desejo humano de servir a humanidade, cada um membro de uma família mundial. É esse dom divino que cria essa sede insaciável para sermos nossos melhores seres! Esse parceiro amado é a nossa bússola cósmica infalível, sempre disponível para nos ajudar a tomar as mais altas decisões morais. A religião do espírito, a experiência espiritual pessoal, nos une e faz com que nos tornemos cada vez mais compreensivos e solidários uns com os outros.

É a experiência de atravessar a paisagem rochosa da vida que nos leva a usar ativamente nossa mente e alma para determinar a escolha moral do maior valor possível. Quando nossa mente escolhe livremente a resolução mais ética, essa decisão se tornará uma experiência religiosa.

Novas idéias religiosas surgem de conflitos. O conflito atua como um estímulo ao crescimento e inicia a possibilidade de escolher novos e melhores hábitos de reação. Tornamo-nos corajosos quando enfrentamos algo difícil ou lidamos com decepções. As sementes da empatia germinam e crescem quando reconhecemos pessoalmente a desigualdade social e tomamos a decisão de tomar uma posição. Quando nos encontramos em situações em que sabemos menos do que podemos acreditar, aprendemos o valor da fé.

Existem inúmeros exemplos em Corvallis, onde o conflito levou a soluções que beneficiam o bem do todo. Por exemplo, a Igreja Unida de Cristo exemplifica coragem, empatia e fé, agindo e criando um campo seguro para quem não tem lar. O bairro de West Hills, incluindo os moradores de Safe Camp, confrontado com insegurança e incerteza, valoriza a confiança e a esperança nos sistemas existentes para manter todos em segurança. O Comitê Inter-religioso de Justiça Climática representa verdade, idealismo e lealdade, levando nossa comunidade a fazer as mudanças necessárias em nome do meio ambiente.

Apreciamos o valor da verdade quando experimentamos erros e desonestidade. Chegamos a abraçar o idealismo quando experimentamos o desejo irreprimível de fazer melhor. Aprendemos a valorizar a lealdade quando experimentamos decepção ou traição.

Este artigo reflete minhas interpretações de O Livro de Urântia, bem como minhas próprias opiniões pessoais e experiência espiritual.

Foundation Info

Versão para impressãoVersão para impressão

Urantia Foundation, 533 W. Diversey Parkway, Chicago, IL 60614, USA
Tel: +1-773-525-3319; Fax: +1-773-525-7739
© Urantia Foundation. All rights reserved