Comemorando Moussa N'Diaye e Norman Ingram

Versão para impressãoVersão para impressão
Cece Forrester

Por: Cece Forrester, Fundação Urantia, Illinois, Estados Unidos

Nota do Editor: Dois leitores de longa data, cujas vidas foram dedicadas a divulgar O Livro de Urântia e seus ensinamentos internacionalmente, e cujos caminhos se cruzaram notavelmente, foram recentemente elevados aos mundos das mansões.

Moussa N’Diaye
Moussa N’Diaye

Moussa N'Diaye, do Senegal, faleceu em 29 de março. Um ex-professor de Psicologia Social na Universidade de Dakar, Moussa encontrou a primeira tradução francesa, Le Livre d'Urantia, em 1973. Tendo crescido muçulmano e vivendo em um país muçulmano , ele se determinou a introduzir os ensinamentos por uma abordagem cuidadosa e paciente. Ele primeiro reuniu um grupo de estudantes para estudar novas verdades e conceitos que encontrou no livro, eventualmente introduzindo alguns deles no estudo do livro em si, quando sentia que estavam prontos. Quando Norman Ingram visitou o Senegal em 1998, ficou surpreso ao encontrar um grupo de estudos de 100 pessoas usando apenas um livro. Moussa viajou para a Europa, Canadá e Estados Unidos, foi representante da Urantia Foundation e foi o primeiro presidente da Associação Nacional de Urântia do Senegal. Comentou Guy Perron, “Moussa era um verdadeiro instrutor espiritual, professor, mentor e muito mais.” A Line St-Pierre observou: “Ele era uma alma tão humilde e gentil, interessada em todos, ajudando a todos”.

Norman Ingram
Norman Ingram

Norman Ingram faleceu em 29 de maio. Ele descobriu O Livro de Urântia em 1971 enquanto morava e trabalhava no Havaí, e mais tarde viveu no Colorado e na Califórnia. Por fim, ele formou planos para levar O Livro de Urântia ao redor do mundo. Suas viagens começaram na América Latina e depois o levaram para a África, onde visitou quase todos os países, colocando Livros de Urântia em todos os lugares - não apenas em instituições educacionais, bibliotecas e prisões, mas com buscadores da verdade encontrados ao longo do caminho. . Foi durante essas viagens que ele conheceu Moussa N'Diaye e seu grande grupo de estudantes, e deu-lhes seus próprios livros. Mais tarde, ele visitou a China e, entre as viagens missionárias, operou um estande de O Livro de Urântia no calçadão de Venice Beach, Califórnia. Comentou Kwadjo SpiRi após a palestra de Norman na conferência de 2017 em Gana, “A natureza extensa de suas viagens ao redor do mundo para divulgar e difundir O Livro de Urântia e seus ensinamentos realmente impressionou a todos”. Escreveu Saskia Raevouri: “Norman era realmente um dos maiores promotores da revelação! ”

Foundation Info

Versão para impressãoVersão para impressão

Urantia Foundation, 533 W. Diversey Parkway, Chicago, IL 60614, USA
Tel: +1-773-525-3319; Fax: +1-773-525-7739
© Urantia Foundation. All rights reserved